imagem da viagem de carro pelo Atacama

10 dicas para planejar uma viagem de carro pela América do Sul

Há alguns dias, conseguimos viabilizar um projeto que há muito tempo estávamos considerando: viajar de carro pela América do Sul. Melhor definindo, uma viagem de carro pelo Cone Sul. Percorreremos Brasil, Argentina, Paraguai, Chile, Bolívia e Uruguai. Carinhosamente, estamos chamando de a viagem da Terra da Garoa à Terra do Fogo, pois somos de São Paulo e pretendemos ir até o Ushuaia.

 

 

Planejando Viagem de Carro pela América do Sul

Como podem ver em outros posts, adoramos fazer roadtrips em nossas viagens mundo afora. O diferencial desta é que passaremos por 6 países em 60 dias até voltarmos para casa.

A expedição foi em grande parte viabilizada pela Mitsubishi que, ao avaliar nosso projeto, decidiu patrocinar nos fornecendo uma Pajero 4×4. O veículo é sensacional e vai nos permitir ir a todos os lugares planejados com muita segurança e conforto.

Muitos de nossos destinos serão bem tranquilos de transitar, contudo outros demandam um carro melhor e mais apropriado. Como exemplo, Salar de Uyuni, alguns passeios no Atacama, vinícolas nas colinas de Colchagua e Mendoza, Torres del Paine e atrações no Ushuaia.

O roteiro, considerando apenas o trajeto principal, contempla 16.000km, mas certamente passaremos de 18.000km. A partir de cada destino, faremos as visitas locais e regionais.

Ao planejar uma expedição como esta, há muitos fatores que precisam ser considerados. São várias decisões e providências a serem tomadas e acredito que nossa experiência poderá ajudá-lo a programar viagens mais longas de carro. Listaremos aqui os pontos que estão nos chamando a atenção e recomendamos que sejam providenciados com antecedência.

 

Dicas para viajar de carro pelo Cone Sul

Condição e Preparação do Veículo

Em nosso caso, receberemos o carro já com a revisão realizada, mas precisaremos parar durante o caminho para uma revisão e troca de óleo. Como muitas cidades no trajeto são pequenas, já calculamos a quilometragem aproximada e nos informamos quanto à localização de concessionárias na região.

Caso vá viajar com seu próprio carro, é importante avaliar a situação geral do veículo e fazer uma manutenção preventiva, visando reduzir o risco de uma pane durante o trajeto. Seu mecânico pode ajudar a analisar potenciais problemas.

Identificamos também algumas exigências e restrições nos países por onde passaremos. Na Argentina, há alguns requerimentos que os carros brasileiros não atendem, como a exigência de  2 triângulos de sinalização e um cambão para reboque. Há restrições quanto ao uso de películas de proteção e escurecimento de vidros tipo Insufilm em alguns países. Também não é permitido os ganchos de carretas, comuns no Brasil.

Se desejar alugar um carro para o roteiro, observe que poucas locadoras permitem que cruze fronteiras dos países com os veículos. As que permitem requerem que sejam avisadas com bastante antecedência para que preparem a documentação requerida e irão cobrar uma taxa salgada para a emissão. Entre Chile e Argentina, é um pouco mais comum aceitarem mediante esta documentação complementar. Para a Bolívia, não encontramos uma locadora sequer que aceitaria.

Se optar por alugar um carro, a rentcars.com pode ajudar a encontrar as melhores ofertas no seu destino e você poderá pagar em Reais, parcelado e sem a incidência de IOF.

 

Link Rentcars Suas Próximas Viagens para viajar de carro

 

Documentação dos Viajantes e do Veículo

Identificamos requerimentos específicos de seguros para transitar com um carro estrangeiro em alguns países. Em relação aos que passaremos durante a expedição, descobrimos ser necessária a Carta Verde na Argentina e no Paraguai e o SOAPEX no Chile. Para os viajantes, é preciso um RG emitido há menos de 10 anos ou passaporte e CNH válidos.

 

Vacinas e Seguro Saúde

Em alguns países poderão exigir o comprovante da vacina contra a febre amarela, portanto providenciaremos com antecedência. Se tem dúvida quanto às exigências, consulte este post, onde explicamos como consultar sobre vacinas para viagem.

Seguro Saúde é outra importante precaução a se tomar, pois iremos enfrentar situações bastante distintas das nossas normais. Além de altitude e frio extremos, há sempre a possibilidade de um imprevisto e qualquer necessidade de intervenção médica poderá custar muito caro.

O valor de um Seguro Saúde na América Latina é bem justo pelo que oferece de segurança. Serão grandes distâncias e uma eventualidade pode requerer intervenções urgentes que podem custar muito caro. Vamos ter o seguro para nos deixar mais tranquilos. Como o valor é bem aceitável, iremos contratar com a Seguros Promo , nosso parceiro nesta área. Recomendamos muito.

 

Gostou das dicas? Deixe seu e-mail e seja o primeiro a saber das atualizações e novos destinos do Suas Próximas Viagens. INSCREVA-SE AQUI

 

Alguns cartões de crédito oferecem uma assistência de viagem por até 30 dias sem custo caso as passagens de avião sejam adquiridas através dele. Neste caso não se aplica, pois iremos de carro e ficaremos mais de 30 dias. Se desejar maiores detalhes, veja as diferenças entre Seguro Saúde e Assistência de Viagem.

 

Planejar os pernoites

As distâncias entre as cidades base serão longas e desconhecidas. Desta forma, estamos nos programando para percorrer trajetos adequados e considerando a possibilidade de fazer rodízio ao volante, para não ficar cansativo demais. Em qualquer situação, é recomendado fazer uma parada a cada 2h no máximo, para levantar-se e permitir uma melhor circulação do sangue pelo corpo.

Como desejamos ter uma certa flexibilidade quanto ao tempo em cada parada, optamos por não reservar os hotéis com muita antecedência. Quando é possível fechar antes, é comum encontrar mais opções e valores mais atrativos para as diárias. Entretanto,  limita caso queira conhecer algo que não esteja em seu planejamento inicial.

Nós consultamos o booking.com e selecionamos 3 alternativas de hospedagem em cada cidade base nas datas estimadas em que pretendemos visitar. Assim, quando formos efetivamente fazer a reserva, já temos uma pré-seleção e ganhamos tempo. Sem falar que a conexão com a internet durante a viagem nem sempre é das melhores, pois há diversos pontos sem sinal de GSM.



Booking.com

 

 

 

Planejar o abastecimento em função da autonomia do veículo

Estamos identificando onde há postos de combustível no caminho, considerando uma métrica segura para o reabastecimento. Há longos trechos SEM  postos de combustível, distantes em até 300km. Desta forma, adotaremos como procedimento sempre abastecer quando o tanque chegar à metade de sua capacidade ou quando iniciarmos um novo trajeto a partir de uma cidade base.

 

Alimentação para o trajeto

O básico é contar com MUITA água fresca e alguns petiscos para consumo durante a viagem. Como cruzaremos altitudes elevadas, devemos estar hidratados para aliviar o soroche (mal da altitude). Levaremos uma geladeira pequena para manter a água fresca e, se necessário, congelaremos a garrafa no dia anterior, para manter fria por mais tempo. Na fronteira entre os países, todo e qualquer alimento fresco deverá ser descartado. É proibida a entrada principalmente de frutas e verduras. Esta exigência é uma proteção à agricultura de cada país.

 

Arrumando as Malas

Para 60 dias de viagem, precisaremos pensar neste aspecto com muito carinho. Se por um lado não teremos a limitação quanto ao peso das bagagens das viagens aéreas, por outro precisaremos ser racionais e levar apenas o necessário. Serão várias cidades base e carregaremos as malas com muita frequência. Ao mesmo tempo, como segurança não é um ponto forte nos locais da viagem, não é recomendável deixar o carro exposto com muita bagagem aparente.

Além disso, o desafio será maior pela amplitude térmica e diversidade de destinos.  Enquanto em alguns lugares do Atacama estará acima de 30oC, na Patagônia enfrentaremos temperaturas próximas a 0oC e sensação térmica abaixo disso, pela umidade. E apesar de passarmos por regiões áridas, também visitaremos cidades e locais onde precisaremos nos vestir um pouco melhor, como nas vinícolas de Colchagua e  Mendoza e restaurantes de cidades grandes, como Santiago e Buenos Aires. Um grande desafio sobre o qual falaremos com mais detalhes mais próximo da viagem.

 

Forma de Localização e Comunicação

Apesar de atualmente os celulares funcionarem como GPS, só isto não atende nossa necessidade de segurança. Em boa parte dos trajetos, não haverá sinal de GSM por longos trechos. Em função disto, estamos baixando os mapas para funcionamento offline.

Em nosso caso, por precaução e experiência de outras viagens de carro, usamos o SPOT. É um sistema bastante interessante que, em uma eventualidade de risco a sua vida, pode acionar o resgate através do sinalizador por satélite. Ao mesmo tempo, faz um tracking de nosso deslocamento, ajudando a documentar a viagem. É possível ainda autorizar amigos ou familiares a acompanhar, quase em tempo real, onde estaremos.

Imagem do rastreador SPOT Gen 3
SPOT Gen 3

 

Como se Comunicar durante a Viagem

Hoje em dia este desafio está bem simplificado, contudo é necessário uma análise com atenção para não ter sustos na conta.

Algumas operadoras oferecem cobertura internacional por um custo competitivo, outras não. Como exemplo, a Claro oferece o Pacote Américas, que promete funcionar como seu plano local. Iremos descobrir durante a viagem. Entretanto, avaliando o contrato, percebemos as entrelinhas : condição válida por 30 dias a cada 12 meses de contrato. Consultamos quanto custaria adicionar outros 30 dias, uma vez que a viagem levará 60 dias. Fomos informados que custaria R$ 1.500,00 !!!

O Chip Internacional da Easysim4U parece caro na aquisição, contudo sabemos quanto vai custar antecipadamente e funciona em toda a região, com suporte em português. Outra vantagem é sairmos com ele instalado desde casa, permitindo habilitar o hotspot do celular e compartilhar os dados.

A terceira alternativa e potencialmente a mais econômica é adquirir um chip local. Entretanto, como iremos passar por 6 países distintos, esta opção seria muito trabalhosa. Principalmente quando estivermos na região da Patagônia, onde cruzaremos a fronteira entre Chile e Argentina diversas vezes. Em cada país, precisaríamos encontrar onde comprar, nos informar quanto às características de cada serviço, como instalar, etc. Nesta viagem, seria inviável para nós.  Queremos algo que não nos dê trabalho e seja um apoio.

 

Banner da Viajanet para o Suas Próximas Viagens

Planejando as Atrações

A Eventos no Colchagua organizou visitas a 4 vinícolas que iremos conhecer na região e detalharemos as experiências nos posts de Enoturismo logo mais. Já estamos ansiosos, pois a seleção inclui praticamente as melhores vinícolas do Chile: Viu Manent, Casa Silva, Neyen e Lapostolle.

 

Por que trouxemos estas atrações do roteiro no planejamento? Achamos importante comentar, pois precisaremos avaliar formas de transporte dos hotéis até as degustações. A Lei no Chile quanto a “beber e dirigir” é ainda mais rigorosa que no Brasil e lá não existe jeitinho com os policiais rodoviários. Se tentar argumentar, muito provavelmente irá preso.

 

De acordo com nosso roteiro, Foz de Iguaçu será nossa saída do Brasil. Sairemos de São Paulo no início de fevereiro e pretendemos percorrer os mais de 1000km iniciais no primeiro dia. Nesta base, ficaremos hospedados no Wish Foz do Iguaçu, um de nossos parceiros no projeto. O hotel é sensacional e postaremos os detalhes quando estivermos por lá.

 

Linda vista da Piscina do Wish Foz do Iguaçu na viagem de carro
Piscina do Wish Foz do Iguaçu

 

Assim que iniciarmos a viagem, iremos contando nos próximos posts como transcorreu cada trajeto.

Conte nos comentários se esquecemos algo importante no planejamento ou se gostaria de alguma dica específica dos destinos por onde passaremos.

Nosso destino seguinte será o Deserto do Atacama, onde estivemos em 2017 e gostamos tanto que iremos voltar para descobrir ainda mais de seus encantos.

 

Se sua praia não é uma roadtrip, há novidades no setor da aviação: Companhias Aéreas de Baixo Custo no Brasil

 

 

PLANEJANDO SUA VIAGEM 

Planeje sua viagem através do Suas Próximas Viagens. Nossos Parceiros são os mais conceituados do mercado, oferecem serviços de qualidade e são referência em suas áreas.

Nós frequentemente usamos estes serviços em nossas viagens e recomendamos. Em muitos artigos, deixamos de mencionar diversas empresas, pois não tivemos boas experiências com elas. Nosso objetivo é ajudar você a planejar suas próximas viagens para que sejam sensacionais!

 
  • HOSPEDAGEM →  Você encontrará as melhores opções através do booking.com 
  • PASSAGEM AÉREA →  Pesquise e Compre Passagens aéreas com a viajanet 
  • ALUGUEL DE CARRO →  Alugue um carro com facilidade e segurança na rentcars.com 
  • SEGURO VIAGEM → Viaje mais tranquilo e com segurança com a Seguros Promo  

2 Comments

  1. Muito bom o planejamento, será útil para uma viagem que eu e minha esposa pretendemos fazer a partir de setembro, também de carro e com um roteiro similar. Caberia detalhar melhor a questão das finanças, já que no trajeto irão lidar com moedas diferentes e nem sempre terão acesso a serviços eletrônicos bancários. Não estou dizendo para relatarem como de fato irão lidar com essa questão, mas o texto poderia explorar as alternativas existentes para administrar o dinheiro necessário para a viagem. Por enquanto, obrigado pelo compartilhamento.

    • Adriano Bolzani

      Marco,
      Muito obrigado pelo feedback e sugestão.
      Na realidade pretendemos relatar no detalhe, tudo que passamos e sugestões para evitarem algumas falcatruas. Contudo vai levar um tempinho para isto, pois estamos no meio da Expedição Cone Sul, vivenciando na prática todas as dicas sugeridas no post.
      Te peço somente um pouco de paciência. Deveremos estar de volta ao Brasil na 1a quinzena de Abril.
      No meio de Maio, faremos uma exposição no Shopping JK de São Paulo, sobre a nossa viagem, com muitas fotos e contando as curiosidades da mesma. Se desejar ir, desde já sinta-se convidado. Mande-nos um email e lhe confirmamos a data e horário assim que for acertado pela equipe de mkt.
      Abraço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*