Veneza – Passeio de Um Dia

Como estávamos hospedados em Vigonza e não é possível locomover-se de carro por Veneza,  nossa ideia inicial era chegar de trem, chegando pela estação Santa Lucia. Ansiosos, fomos cedo para a estação e nossa primeira surpresa foi não haver guichê para comprarmos os bilhetes. Em seu lugar, apenas uma máquina de auto-atendimento que aceitava cartão de crédito. A segunda surpresa, e ruim, é que ficamos quase 1h esperando, sem sucesso. Descobrimos que havia acontecido algum problema e os trens estavam suspensos naquela linha, sem previsão de retorno. Perdemos tempo e o valor dos bilhetes.

Frustrada nossa tentativa de usar o trem, decidimos ir mesmo de carro. A estrada é excelente e tem-se uma vista impressionante do porto ao chegar, com enormes navios de carga e passageiros ancorados. Existe a possibilidade de parar em Mestre, cidade próxima no continente, com estacionamentos mais em conta. A partir dali, é possível ir à Veneza de trem ou ônibus. Optamos por buscar estacionamentos já na ilha, na Piazzale Roma. São várias opções, com valores de diária entre €25 e €29, mas lotam cedo na alta temporada e vale tentar reserva antecipada, principalmente entre junho e agosto.

A cidade está localizada sobre a lagoa de Veneza, às margens do Mar Adriático e formada por mais de 100 pequenas ilhas. A cidade tem mais de 400 pontes, muitas delas estreitas e com degraus. É preciso levar isto em conta ao planejar sua viagem. Vale a pena deixar as malas pesadas em guarda-volumes ou considerar contratar um transporte individual.

Um dos meios de transporte público mais comuns em Veneza é o vaporetto. Transitando entre os canais, possui paradas nos principais pontos turísticos, ou a cada 200m em margens alternadas. O tíquete por trecho custa €6,50, mas normalmente é mais viável adquirir o voucher para períodos maiores – de 12h a 72h. Existem também watertaxis, lanchas rápidas imitando madeira que vemos em filmes e transportam até 8 pessoas, custando a partir de €100. Deve-se tomar muito cuidado com este tipo de transporte, pois não é incomum agirem de forma pouco honesta e até mesmo subtrair parte de sua bagagem. Muitas vezes não chegam até o hotel, pois muitos também estão localizados nas estreitas vias da cidade. Este episódio aconteceu com meus pais em uma outra viagem.

Iniciamos nosso passeio pela Basílica de San Giorgio Maggiore, onde jovens artistas retratavam a Piazza de San Marco na margem oposta. A vista era linda, mas o aglomerado de turistas quebrou um pouco o encanto da cidade. Eram milhares de pessoas amontoadas pela praça e na entrada da Basílica de mesmo nome. Difícil reconhecer nestas cenas um dos locais mais românticos do mundo.

Você sabia que um seguro de viagem internacional pode ser tão barato quanto R$9,00 por dia?  Você sabe a diferença entre um Seguro de Viagem ou Assistência de Viagem? Nós explicamos neste artigo para lhe ajudar a se proteger.

Importantíssimo lembrar que, para viajar aos países da União Europeia, o seguro de viagem – Tratado de Schengen é OBRIGATÓRIO. Então não se esqueça de contratar o Seguro Viagem   com a Seguros Promo.

 


Seguros Promo

 

 

Cruzando novamente o canal de vaporetto, passamos rapidamente pela Piazza de San Marco. Como todos os turistas de primeira viagem, nos perdemos pelas vielas e becos sem saída. Vale lembrar que nem sempre o sinal do celular funciona e, por isto, gps não é uma alternativa viável. O comércio é farto, com predominância de lojas de máscaras venezianas e cristais de murano, mas também de roupas, acessórios e perfumes.

As tradicionais gôndolas estão espalhadas por todos os canais e fazem trajetos curtos de ida e volta, cobrando €80 por passeios de 45 minutos. Nem tente pedir desconto, pois são organizados e o sindicato proíbe aceitar valores menores. Os melhores gondoleiros cantam músicas românticas italianas ou contam parte da História do local.

A gastronomia também agrada a todos os gostos e bolsos, pois é fácil encontrar de pequenas pizzarias e lanchonetes a restaurantes estrelados. Há também muita oferta dos deliciosos gelattos e expressos italianos. Por ter no turismo sua principal atividade econômica, os preços de alimentação e hospedagem são bem elevados, se comparados a outras cidades européias. Depois de nos perdermos bastante pelas vielas, encontramos o restaurante que nos foi recomendado: Gato que Ri / Chat qui Rit. Um local elegante e com uma apresentação impecável da comida, contudo não achamos que valia o quanto cobraram.

A Ponte do Rialto, um dos principais pontos turísticos, estava intransitável. Primeira ponte de pedra construída no século XVI, parecia a 25 de Março (tradicional rua de comércio popular em São Paulo) em véspera de Natal.

Além disto, estava em obras, coberta por tapumes enormes com a propaganda de uma grife de luxo. Decepcionante. Assim como muitas outras pontes localizadas em cidades românticas da Europa, vários cadeados são colocados no local por casais enamorados que gravam seus nomes, prendem e jogam as chaves na água.

Além de ser muito quente e haver a possibilidade dos canais ficarem com cheiro forte durante o verão, esta é a época onde Veneza recebe mais turistas. Em média, são mais de 50 mil pessoas por dia. Fomos durante a primavera e já nos incomodamos com a enorme quantidade de pessoas pelas pequenas pontes, becos e vielas. Já comentamos algumas vezes sobre os grupos de chineses nas cidades turísticas da Europa, e eles também estavam em massa por lá.

Uma curiosidade é a história da Ponte dos Suspiros, que em nossa ingenuidade seria conhecida por ter presenciado juras de amor de casais que passam sob ela de gôndola. Na verdade, foi construída para levar condenados à prisão a partir dos tribunais, sendo ali a última vista que teriam da cidade antes de serem confinados.

Ponte dos Suspiros em Veneza
Ponte dos Suspiros

Em resumo, a cidade é belíssima, diferente de todas as outras que conhecemos. Pequenas pontes, canais, gôndolas e palácios de arquitetura maravilhosa à beira dos canais formam um cenário ímpar. O excesso de turistas e os valores elevados, porém, apagaram a aura romântica que imaginávamos encontrar.

Um outro cantinho romântico famoso na Itália, mas que ainda não conhecemos, é Verona. Com certeza incluiremos em uma próxima viagem à Itália, principalmente depois de ler o relato da Luciana, do blog Casal a Bordo. Em seu post, ela dá as melhores dicas sobre o que fazer em Verona, a cidade de Romeu e Julieta.

Pertinho de Veneza, você encontra Pádua

Um ótimo local para servir de base econômica para visitar Veneza

A Sábia Pádua – La dotta Padova

 

 

Acesse aqui outros posts da Itália. 

 

Gostou das dicas? Deixe seu e-mail e seja o primeiro a saber das atualizações e novos destinos do Suas Próximas Viagens. INSCREVA-SE AQUI

 

Veja a seguir algumas ofertas de onde se hospedar na região através do booking.

Você reservando seu hotel através do nosso blog no Booking.com, estará colaborando a manter nosso site e você não pagará nada a mais por isso, pois o serviço de reserva é gratuito. Não há taxas de reservas ou administrativas e a maioria das as reservas podem ser canceladas gratuitamente.



Booking.com


 

PLANEJANDO SUA VIAGEM 

Planeje sua viagem através do Suas Próximas Viagens. Nossos Parceiros são os mais conceituados do mercado, oferecem serviços de qualidade e são referência em suas áreas.

Nós frequentemente usamos estes serviços em nossas viagens e recomendamos. Em muitos artigos, deixamos de mencionar diversas empresas, pois não tivemos boas experiências com elas. Nosso objetivo é ajudar você a planejar suas próximas viagens para que sejam sensacionais!

 
  • HOSPEDAGEM →  Você encontrará as melhores opções através do booking.com 
  • PASSAGEM AÉREA →  Pesquise e Compre Passagens aéreas com a Passagens Promo 
  • ALUGUEL DE CARRO →  Alugue um carro com facilidade e segurança na rentcars.com 
  • SEGURO VIAGEM → Viaje mais tranquilo e com segurança com a Seguros Promo  

4 Comments

  1. Fotos lindas! Eu que não tinha vontade de conhecer Veneza, agora tenho!

  2. Apesar da quantidade de turistas, eu gostei muito de Veneza

  3. A imagem romântica de Veneza não inclui multidão e assalto a turistas. Não imagino um casal suspirando de amor depois de pagar 80 euros por uma voltinha de gôndola.

  4. Nada como se perder nas vielas de Veneza em uma tarde com chuva e um mapa nas mãos de uma navegante que não sabia de o mapa estava de cabeça para cima, ou para baixo……recordações divertidas…. nada com a Norinha, apenas recordações familiares….