Imagem de Dubai ao entardecer

Dubai – Guia Completo

Dubai é monumental, composta por superlativos. Localizada às margens do Golfo Pérsico, a cidade com ar futurista construída em meio ao deserto ostenta suas riquezas em prédios imensos e modernos. Assim como Las Vegas, foi construída em uma região árida, mas com muitos recursos e ostentação. Com todo respeito, dá a impressão de ter sido idealizada por um grupo de visionários megalomaníacos e bilionários. Como você pode imaginar, há muito o que fazer em Dubai, em qualquer época do ano.

A metrópole é repleta de arranha-céus e alguns dos hotéis mais bonitos e caros que existem. Ao buscar informações sobre a cidade, esteja preparado para ouvir várias referências de “maior do mundo”. Aliás, já nos desculpamos pela quantidade de vezes que mencionamos esta expressão no post.

imagem do famoso arranha-céu em dubai

Maior e mais populosa cidade dos Emirados Árabes Unidos, possui uma infraestrutura incrível para receber os turistas. Hotéis e restaurantes estrelados atraem visitantes de todo o mundo em busca de luxo e boas compras. Zona franca de impostos, oferece lojas de grifes famosas, cafés charmosos e muitas galerias de arte.

Com o sloganqueremos atingir o inatingível”, os Emirados Árabes têm o ambicioso propósito de transformar Dubai em uma das cidades mais visitadas no mundo, tanto para viagens a lazer quanto para eventos corporativos. Em função disto, o governo investiu uma parcela expressiva do lucro obtido em suas reservas de petróleo e tornou a região em um polo turístico nas últimas três décadas. A estratégia tem dado resultado, pois o número de visitantes vem subindo consistentemente e já é a 7ª cidade mais visitada, com aproximadamente 16 milhões de pessoas em 2019 e uma receita turística superior a US$ 10 bilhões.

Eleito pela Lonely Planet como uma das 10 melhores cidades a visitar em 2020, é um dos lugares mais seguros do mundo para os turistas, perdendo apenas para a Islândia. De fato, em poucos lugares caminhamos pelas ruas à noite com a mesma sensação de tranquilidade que encontramos por lá.

Visitar Dubai não estava em nossa lista de desejos. Se você já leu algum de nossos posts, provavelmente sabe que preferimos cidades menores e destinos ligados a belezas naturais. Entrou em nosso roteiro como escala a uma viagem às Maldivas e, como temos duas sobrinhas queridas morando na cidade, aproveitamos para visitá-las. Apesar de termos ficado por quase uma semana, não foi o suficiente para conhecer tudo o que gostaríamos.

imagem dos modernos prédios em Dubai

Expo 2020 Dubai UAE

Conhecida como “o maior espetáculo do mundo”, a Expo 2020 ocorrerá em Dubai. World Expos são exposições globais enormes, que ocorrem em diferentes cidades a cada 5 anos e duram em torno de 6 meses. Instituição centenária, iniciou em Paris e foi palco do lançamento de inovações como o telefone, equipamento de raio X e touchscreens, por exemplo.

Com a inauguração da Expo 2020 em Dubai, o governo aposta em um aumento expressivo do turismo para os próximos meses. A exposição global promovida pelo BIE – Bureau International de Expositions ocorrerá entre outubro deste ano e abril de 2021, com a estimativa de receber até 25 milhões de turistas, mais de 70% de fora dos Emirados Árabes. Já foram investidos mais de US$ 7 bilhões no arrojado projeto.

O evento contará com a participação de 190 países, incluindo o Brasil, e explorará temas super interessantes. O stand do nosso país terá uma experiência onde os visitantes serão convidados a interagir com um imenso espelho d’água.

O tema principal do evento será sustentabilidade, mas haverá foco também em criatividade e tecnologia, com a apresentação de novidades como carros voadores. Experiências como o Museu do Futuro e a mais alta roda de observação do mundo, Ain Dubai, similar à London Eye, prometem manter os visitantes de olhos arregalados e queixo caído.

Além disto, ocorrerão em paralelo muitos eventos culturais e gastronômicos, outro ponto alto do evento, com mais de 200 restaurantes de todas as especialidades do mundo nos pavilhões da exposição.

Localizado ao sul da cidade, o espaço destinado à exposição ocupa inacreditáveis 4.38km2. As construções impressionam pelo tamanho e tecnologia envolvida. A área contará com uma estação de metrô própria, com capacidade para transportar até 36.000 passageiros por hora.

Um pouco da História de Dubai

Há indícios de vida na região há mais de 5.000 anos. No início do século XX, Dubai era um dos principais portos e uma área forte de comércio na Arábia. Entretanto, foi com a descoberta de petróleo, por volta de 1950, que houve um enorme desenvolvimento na região, em todos os sentidos. Os Emirados Árabes Unidos foram oficialmente formados em 1971, seguidos por muitos investimentos de infraestrutura.

A fundação da companhia aérea Emirates, em 1985, foi um grande impulso para o turismo local. Considerada uma das melhores do mundo, atende mais de 150 destinos e faz escalas em Dubai para voos entre as Américas, África, Ásia e Pacífico.

imagem da entrada do museu de dubai

Viaje com segurança

Viajar com um seguro viagem é imprescindível, tanto em viagens nacionais quanto internacionais. Alguns imprevistos não mandam sinais (como crise de cálculo renal ou apendicite) ou até um escorregão em uma escadaria. Todos estamos sujeitos a isto.

Outra importante vantagem de contratar um Seguro Viagem é poder contar com ressarcimento por bagagem extraviada, danos à bagagem ou viagem cancelada.

Você pode contratar um seguro viagem nacional a partir de R$3,90/dia ou um seguro viagem internacional a partir de R$9,00/dia. São valores que não impactarão seu planejamento, mas permitirão que você viaje tranquilo.

Simule agora quanto irá custar seu Seguro Viagem e se surpreenda, pois sua segurança não irá pesar no orçamento.

Religião e cultura

A cultura e alguns hábitos árabes são muito diferentes dos ocidentais, não há como negar. Entretanto, não sentimos dificuldade ou qualquer tipo de preconceito. Apesar de majoritariamente muçulmana, a população de Dubai está acostumada com estrangeiros e respeita outras culturas. Isto se deve à grande quantidade de turistas e profissionais de mais de 200 países residindo na cidade. Bom exemplo disso é a existência de vários templos hindus e igrejas pela região.

Souq – Mercado Local

É verdade que algumas diferenças causam impacto inicialmente. Em nosso caso, o primeiro foram as placas e letreiros escritos em árabe, simplesmente indecifráveis, seguido pelas vestimentas tradicionais, sendo que as masculinas são chamadas de dishdashas e as femininas de abayas.

Com exceção das mesquitas, poderá circular tranquilamente com roupas frescas e esportivas. Entretanto, apesar do clima quente pedir trajes mais leves, aconselhamos que as mulheres evitem roupas excessivamente justas, curtas, transparentes e decotadas.

O Ramadã, que oscila em nosso calendário, é considerado um mês sagrado pelos muçulmanos. Em 2020, por exemplo, será entre meados de abril e maio. Durante este período, você presenciará várias manifestações de fé do povo árabe. Os mais religiosos jejuam durante o dia e há vários momentos de reza. Mesmo os turistas não são permitidos alimentar-se ou fumar em público neste período, devendo fazer suas refeições em ambientes fechados, como restaurantes de hotéis.

Gostou das dicas? Deixe seu e-mail e seja o primeiro a saber das atualizações e novos destinos do Suas Próximas Viagens. INSCREVA-SE AQUI

Ao longo do ano todo, os muçulmanos fazem cinco orações obrigatórias diariamente, em horários previamente estabelecidos. Nestes momentos, as mesquitas transmitem as orações através de autofalantes e, se estiver hospedado próximo a uma delas, como ficamos, é provável que acorde com o som ao amanhecer. O ritual se repete a cada 2 a 4 horas.

Demonstrações de carinho em público não são muito bem-vindas na maior parte dos lugares. Algumas atrações, mesmo voltadas a turistas, possuem placas sinalizando que você deverá manter-se discreto se estiver com sua cara-metade. Na dúvida, deixe para namorar quando estiver em um local mais reservado.

Importante saber que o final de semana dos muçulmanos é diferente do nosso. Eles trabalham entre domingo e quinta-feira, descansando às sextas e sábados. Tenha isto em mente ao programar o seu roteiro e evite os dias de maior movimento.

Quanto custa ir a Dubai

Ao planejar sua viagem, é preciso saber que Dubai é um destino caro. Além da passagem aérea, que custará a partir de US$ 1.000, você terá várias outras despesas altas para explorar a cidade. Apesar de ter caído um pouco, o valor médio das diárias na cidade ficam em torno de US$ 120.

Mais de 60% das hospedagens disponíveis encontra-se em estabelecimentos luxuosos, avaliados em 4 ou 5 estrelas. Afastados do centro, mas a um trânsito caótico de distância, é possível encontrar hospedagens mais acessíveis, principalmente em unidades de grandes redes como Ibis, Holiday Inn e Novotel. Em Deira, uma região pouco mais afastada próxima ao aeroporto, é possível encontrar opções por até metade do valor das localizadas em áreas mais próximas ao centro.

Atrações e alimentação também pesarão bastante nas despesas, especialmente se quiser incluir alguma bebida alcoólica em suas refeições. Como referência, um chopp custa em torno de R$ 45 e um vinho acima de R$ 400, mas um almoço razoável sem bebida custa em torno de R$ 50.

A moeda oficial dos Emirados Árabes Unidos é o Dirham, ou AED, mas dólar e euro são aceitos em muitos estabelecimentos. Cartões de crédito internacionais, especialmente das bandeiras Visa e MasterCard, também são bem-recebidos.

Onde ficar em Dubai

Para ajudar a sua escolha, fizemos um post dedicado a este tema. Há muitas opções boas que com certeza vai agradar ao seu estilo de viagem.

Quando ir a Dubai

Dá para acreditar que um destino de praia tem sua alta temporada durante o inverno? Mas é isso mesmo. Dubai é um dos lugares mais quentes que já visitamos. Em função disto, os meses de maior movimento na região são entre novembro e abril. Nesta época, o clima é mais ameno, mas ainda assim muito quente, podendo chegar aos 30oC.

Durante o agradável inverno, você encontrará vários festivais culturais, esportivos e comerciais, e algumas atrações só permanecem em funcionamento neste período.

Entre junho e setembro o calor é infernal, quente e muito abafado. Ficar ao ar livre, longe do ar condicionado, é quase uma tortura para quem não está acostumado. Se puder, recomendamos evitar este período.

Clima

Parece sempre verão em Dubai. Durante os meses mais quentes, entre maio e outubro, as temperaturas máximas passam dos 35oC, com picos acima de 40oC em julho e agosto. As mínimas neste mesmo período ficam acima dos 23oC, com 12h de sol por dia.

Como mencionamos, inverno é alta temporada na cidade, com temperaturas oscilando entre 14oC e 26oC. Considerando a baixa umidade, um clima bastante ameno e agradável. Estivemos em novembro, final do outono, e ainda passamos calor.

Chove pouco na região, uma média de 10mm por mês. A exceção é o mês de fevereiro, quando esta quantidade chega a 4 vezes a média.  A temperatura do mar fica sempre acima de 20oC, passando de 30oC nos meses mais quentes do verão.

Como ir

Os Emirados Árabes Unidos ficam no Oriente Médio, entre a África e a Ásia. Pela distância, a melhor forma de chegar é por avião, preferencialmente em um voo sem escalas pela companhia Emirates. Ainda assim, o voo a partir de São Paulo ou Rio de Janeiro levará aproximadamente 14h e custará a partir de US$ 1.100.

Outras companhias que fazem voos para Dubai são Qatar, Turkish, British, Air France, Lufthansa, KLM e Swiss, mas todas com escalas, podendo levar entre 18h e 24h no total. As passagens custam um pouco menos que os voos diretos, cabendo a você avaliar o que é mais vantajoso.

Como possui um hub na cidade, a Emirates usa Dubai como escala para muitas das viagens à Ásia, por exemplo. Verifique se cabe incluir outro destino em seu roteiro, como fizemos, e aproveitar para explorar dois lugares em uma única viagem.

Atualmente, não é mais necessário visto para visitar os Emirados Árabes por um período de até 90 dias em um prazo total de 6 meses. Desta forma, você poderá entrar e sair várias vezes sem muita preocupação.

Como se deslocar

Há muito o que fazer em Dubai e se você pretende explorar a região ao máximo, precisará fazer longos deslocamentos. Desta forma, sugerimos que comece por organizar seu roteiro, agrupando atrações de seu interesse por região, e depois decida quanto ao melhor meio de transporte para atender suas necessidades.

Se você já leu algum de nossos posts, sabe que somos adeptos a explorar os destinos por conta própria. Assim, optamos por alugar um carro sempre que possível. Em Dubai, é preciso considerar duas questões importantes antes de tomar esta decisão. A primeira é que o trânsito da cidade é caótico, em especial nos horários de pico. Também é necessário apresentar a PID, Permissão Internacional para Dirigir, ou as locadoras não liberarão o veículo.

Como curiosidade, um destino de luxo como Dubai oferece alternativas de transporte à altura. As locadoras de veículos oferecem opções diferenciadas, e não é raro contarem com modelos como Bentley, Ferrari e Bugatti. Para quem pode ostentar e vai à Dubai para ver e ser visto. Mais que isto? Pode também alugar helicópteros para transitar entre os vários helipontos da cidade e aproveitar a incrível vista aérea, em especial das ilhas artificiais. Ou alugar um iate e apreciar a bela costa a partir de um ângulo diferente.

Link Rentalcars Suas Próximas Viagens

Se considerar alugar um carro, consulte a Rentcars.com Sempre a usamos pois pesquisa nas principais locadoras, apresenta as melhores opções, podendo parcelar o pagamento e sem a incidência do IOF de 6,38%

Transporte público e outras alternativas

Voltando a por os pés no chão, o transporte público na cidade pode ser uma opção econômica e interessante. Você poderá contar com ônibus modernos e climatizados, metrô e elétrico. Se for sua opção, adquira o cartão Nol, que poderá ser utilizado para pagamento de suas viagens em ônibus, metrô e até taxis.

O metrô é uma excelente alternativa, caso não se anime a alugar um carro. Se estiver hospedado próximo a uma estação, ainda melhor. O moderno metrô de Dubai é automatizado, não utilizando condutores. Limpo e com uma boa malha, é quase totalmente por superfície e possui estações próximas às principais atrações. O valor da passagem varia de acordo com a distância a percorrer, mas é bem acessível. O elétrico tem conexão com o metrô e vai até a ponta do The Palm, onde fica o Atlantis Resort.

Uber e taxi também funcionam bem por toda a cidade. Outra opção, que não conhecíamos, é o aplicativo Careem, semelhante ao Uber e popular na região.

Se quiser ter uma experiência diferente, pode utilizar barcos e conhecer os canais de Dubai, em opções que vão de um simples passeio a mini-cruzeiros românticos com jantar incluído.

Explorar a cidade de bicicleta está cada vez mais comum, à medida que ciclovias são instaladas em algumas regiões. De pequenos passeios pelos bairros mais residenciais à moderna ciclovia de 86km que cruza parte do deserto de Dubai, há muitas opções para quem é adepto a este meio.

Hop on hop off

Assim como em quase todas as outras metrópoles do mundo, Dubai oferece a seus visitantes a possibilidade de conhecer os principais pontos turísticos a bordo de um ônibus turístico de dois andares, os famosos hop on hop off. Você poderá subir e descer quantas vezes quiser durante o período contratado.

Normalmente, nós preferimos explorar as cidades por conta própria. Entretanto, esta é uma alternativa interessante caso você disponha de pouco tempo na cidade ou não se anime a enfrentar o trânsito caótico da região.

Existem várias opções de rota e duração, de 1 a 5 dias, de acordo com o tempo disponível e interesses. Alguns pacotes incluem entradas para atrações, como museus, e descontos em diversas atividades em Dubai. Ao contratar o passeio, você receberá um mapa com a localização dos pontos e roteiros, para facilitar seu planejamento. Poderá também contar com o áudio-guia, que traz informações interessantes, como localização e história de cada atração.

Arquitetura em Dubai

Muitos dos turistas que chegam a Dubai são profissionais ou estudantes das áreas de arquitetura e engenharia. A região tornou-se um destino imperdível para amantes de edifícios modernos e construções arrojadas, tirando Barcelona do topo das viagens realizadas com este propósito.

A metrópole é um grande canteiro de obras monumentais. Edifícios espelhados, túneis e pontes futuristas roubam a cena, como a Sheikh Zayed Bridge, que liga Dubai a Abu Dhabi. Atualmente, a região abriga obras como o prédio mais alto e o maior shopping center do mundo. Diversas outras estão em andamento, com previsão de finalização em breve, como as da Expo 2020, e para comemoração dos 50 anos dos Emirados Árabes Unidos em 2021.

O que fazer em Dubai

Burj Khalifa

Mesmo que você tente, não conseguirá passar pela cidade sem avistar seu principal ícone. Prédio mais alto do mundo, o Burj Khalifa ostenta surpreendentes 828m de altura e 163 andares. Inaugurado em 2010, chega a 4 milhões de visitantes por ano. Em função de sua altura, o edifício detém outros recordes como maior número de andares, elevador mais longo, restaurante mais alto e observatório externo mais elevado.

Subir em um dos andares mais altos, todos com paredes envidraçadas, é uma experiência imperdível. O principal, At The Top Observation Deck, fica nos andares 124 e 125 e a vista a partir dele só não é mais bonita que a dos exclusivos (e obviamente mais caros) At The Top Sky, localizado no 148º andar e a 555m de altura, e The Lounge, nos andares 152 a 154. Caso queira aproveitar a visita para degustar uma refeição nas alturas, o luxuoso At.Mosphere fica no 122º andar. Em qualquer um deles, verá uma paisagem impressionante, incluindo toda a cidade, o Golfo Pérsico e ainda o deserto de Dubai.

Imagem do Burj Khalifa em Dubai

O melhor horário para subir é ao entardecer, quando poderá ver o belo pôr do sol e a cidade se iluminando quando chega a noite. Infelizmente, este é o horário mais concorrido e normalmente os ingressos ficam 50% mais caros. Uma alternativa incrível para quem gosta de acordar cedo ou quer fechar uma noitada em grande estilo é assistir ao amanhecer a partir do observatório. Com ingressos mais acessíveis e um ótimo café da manhã incluído!

Em relação a sua parte externa, durante o amanhecer o sol promove um espetáculo ao refletir em seus vidros, enquanto à noite as janelas envidraçadas são usadas para a projeção de filmes publicitários. Um show a ser apreciado a partir dos restaurantes localizados na parte externa do The Dubai Mall.

Reserve seus Ingressos com antecedência pelo preço oficial

Burj al Arab Resort

Outra construção icônica de Dubai é o luxuoso hotel Burj al Arab, com 321m de altura. Inaugurado em 1999, está localizado na costa e seu formato lembra a vela de um barco. É considerado por publicações especializadas como uma das mais ousadas edificações.

Um dos cartões postais da cidade, o hotel é um dos únicos classificados como 7 estrelas no mundo. Como pode imaginar, as diárias são super salgadas, e as mais em conta custam US$ 1.500 – algo nada acessível para reles mortais como nós. As suítes são verdadeiros apartamentos, com área privativa a partir de 170m2. Já a suíte presidencial duplex possui nada menos que 667m2, elevador privativo, sala de jantar para até 12 pessoas, escritório equipado com iMac, dois banheiros com jacuzzi e amenities da Hermès.

O Burj al Arab ficou famoso entre brasileiros ao vir a público a informação de que o ex-presidente da Câmara de Deputados Eduardo Cunha havia se hospedado por lá. Em uma viagem parlamentar à China, a comitiva fez uma escala na cidade e o então deputado, acompanhado pela esposa, pernoitou no luxuoso hotel.

O hotel não é aberto à visitação, mas poderá conhecer suas instalações caso tenha reserva em um dos restaurantes do complexo.

Ilhas artificiais

Há centenas de ilhas artificiais em Dubai e este número tende a aumentar. Com muitos recursos financeiros e receio da total dependência da indústria petrolífera, o governo optou por criar no turismo uma alternativa de sustentabilidade econômica.

Localizada em uma região árida e quente, mas com poucos quilômetros de costa natural, decidiu investir na construção de ilhas artificiais, criando megaempreendimentos imobiliários. As ilhas são tão grandes que podem ser vistas a partir do espaço. A menor e mais antiga, Palm Jumeirah, mede 5km x 5,5km.

Apenas a construção de Palm Jumeirah consumiu 94 milhões de metros cúbicos de areia. O material utilizado seria suficiente para erguer um muro de 2,5m de altura em volta do nosso planeta. Este conjunto de ilhas aumentou em 57km a costa litorânea de Dubai.

Ao redor das ilhas foram construídos quebra-mares, estruturas semicirculares para evitar erosão, ondas e ventos. A base das ilhas foi feita com areia dragada do fundo do mar, pedras e rochas enormes. Tudo minuciosamente calculado e a execução acompanhada por um satélite próprio, garantindo o formato perfeito.

Imagem Google Maps

Palm Jumeirah abriga hotéis, condomínios luxuosos e praias particulares. Muitas celebridades do mundo todo possuem casas nas ilhas. O excêntrico formato, porém, só é perfeitamente visto do alto, caso faça um passeio de helicóptero pela região ou salte de paraquedas. O icônico Atlantis Resort, por exemplo, fica no topo da Palm Jumeirah.

Gostou das dicas? Deixe seu e-mail e seja o primeiro a saber das atualizações e novos destinos do Suas Próximas Viagens. INSCREVA-SE AQUI

Outro ambicioso projeto, o The World previa a construção de um arquipélago em forma de mapa-mundi. As mais de 300 ilhas contariam com construções suntuosas e possíveis proprietários famosos. Com praias particulares e suítes sub-aquáticas, teve a construção interrompida antes de sua conclusão. Apenas a ilha do Líbano e seu badalado beach club estão totalmente liberados à visitação atualmente. Assim como ocorre com The Palms, seu formato é totalmente visível apenas a partir do alto.

Parques Temáticos

Em busca de destaque no turismo internacional, Dubai não poderia deixar de investir em parques temáticos e aquáticos. Algumas das atrações mais interessantes da cidade estão nestes espaços.

IMG Worlds of Adventure

Localizado próximo ao Global Village, o IMG é o maior parque temático fechado do mundo, com uma área equivalente a 28 campos de futebol. Suas atrações são inspiradas no mundo Marvel, nos personagens do Cartoon Network e no Vale Perdido, área dedicada à era dos dinossauros. Com experiências dos mais diversos tipos, garante diversão para toda a família.

Os menores vão se encantar com as atrações interativas do Ben10 e das Meninas Superpoderosas, na área do CN. Já adolescentes e adultos irão mergulhar em experiências junto aos Vingadores e outros super-heróis. 

Para os amantes de atrações radicais, o parque oferece montanhas-russas incríveis. A Velociraptor, a mais alta e rápida de Dubai, é a principal atração do Vale Perdido. Atingindo mais de 100km/h em 2,5 segundos, passa por selvas e dinossauros. Já a montanha-russa com carrinhos giratórios do Spiderman transporta os visitantes pelas ruas de NY, em uma perseguição ao Doctor Octopus. Imperdível também.

Como deve imaginar, há vários restaurantes e lojinhas temáticas por todo o complexo. O IMG permanece aberto durante todo o ano e possui serviço de translado a partir dos principais hotéis da cidade. Caso tenha interesse, informe-se no site oficial ou na recepção de seu hotel.

Dubai Parks e Resorts

O complexo conta com três parques temáticos e um aquático: Legoland, Motion Gate e Bollywood Parks. Além disso, dois resorts para famílias que buscam descanso e diversão em um único espaço.

Legoland é uma área voltada a crianças e explora o universo dos famosos blocos de construir. Suas diversas atrações contam com uma cidade construída com mais de 20 milhões de blocos coloridos, além de passeios em botes, trens, carros e até um submarino que parecem ter sido construídos com os blocos coloridos.

Ao lado, Legoland Water Park é o único parque aquático da região focado em atividades para crianças de até 12 anos. As mais de 20 atrações são tradicionais dos espaços deste tipo, mas com alturas e velocidades adequadas aos pequenos. Piscinas com e sem ondas, toboáguas e outros brinquedos aquáticos são ideais para um dia de relaxamento e diversão, se refrescando com a família.

O queridinho de jovens e adultos é mesmo o Motiongate. Com atrações inspiradas em personagens dos estúdios Dreamworks, Columbia Pictures e Lionsgate, transportará você a vários sucessos de cinema. Para quem gosta de adrenalina, as montanhas-russas de Jogos Vorazes e do Besouro Verde, no Motion Gate, oferecem loopings e velocidade sob medida. De grau intermediário, o Madagascar e Viking. Já a dos Smurfs é adequada a visitantes mirins, pois possui curvas menos acentuadas e trajetos lentos. Há ainda shows interativos, atrações em 4D, passeios aquáticos e muito mais.

Bastante popular entre os muitos indianos residentes em Dubai, Bollywood Parks é um espaço temático inspirado em filmes de sucesso na Índia. Suas principais atrações são apresentações de shows de dança e produção de cenas famosas com a participação do público. Ainda que não seja um grande fã do gênero, vale passar pela frente do magnífico Rajmahal Theater, um cinema cuja construção foi inspirada no Taj Mahal com capacidade para mais de 850 participantes.

Por muitos anos, houve em Dubai o projeto construção de um Six Flags, famosa rede com montanhas-russas radicais. Infelizmente, o projeto que seria inaugurado em 2019 não se viabilizou.

Global Village

Caso vá à cidade durante a alta temporada, entre novembro e março, não deixe de visitar também o Global Village. É um complexo com 27 pavilhões, cada um representando um país. É comum haver shows de música árabe e indiana. Peças e shows infantis também são frequentes no espaço.

Lojas, shows culturais, restaurantes e parques temáticos, com muitas atrações bem radicais, atraem um grande público. O ingresso é barato, mas as principais atrações são pagas à parte. Aberto diariamente, a partir das 16h.

Parques Aquáticos

Aquaventure

Assim como o Atlantis Resort original em Bahamas, a unidade de Dubai possui um parque aquático incrível, que recebe visitantes que optam por passar o dia em suas instalações. Com vários tipos de piscinas e toboáguas, é o programa perfeito para se refrescar na cidade. Um dos mais radicais termina passando por tubo transparente, em um aquário com vários tipos de peixes e tubarões. Mas na verdade a descida é tão rápida que dificilmente você verá alguma coisa.

Imagem do Hotel Atlantis Resort em Dubai
Atlantis Resort

Wild Wadi

Localizado em frente ao Burj Al Arab, este parque tem entrada gratuita para hóspedes dos principais hotéis de Jumeirah. Inspirado em um personagem da cultura árabe, Juha, possui mais de 30 atrações, entre piscinas, toboáguas e brinquedos refrescantes para toda a família.

Praias em Dubai

Caso você seja do tipo que não perde a oportunidade de aproveitar dias ao sol em seus roteiros, vai adorar as opções que as praias de Dubai oferecem. Há vários locais charmosos ao longo de sua costa, com mar quentinho e espaço de sobra nas areias para chamar de seu.

Sunset – próxima ao hotel Burj Al Arab, é muito procurada para aproveitar o dia e fazer fotos com o inconfundível edifício ao fundo.

La Mer – calçadão transado com cabanas de chuveiro multicoloridas, boutiques e restaurantes, além de arte de rua. Possui ainda parque de trampolim para crianças.

Kite Beach – prática de esportes aquáticos e na areia. Kitesurf, stand-up, voley de praia, pista de skate, além de food trucks e wifi gratuito em toda sua extensão.

The Beach em JBR – próxima à marina, é cheia de atrações, shows de música ao vivo e uma das preferidas por famílias com crianças. Aproveite e caminhe pelo The Walk, um charmoso calçadão com ótimas lojas e restaurantes.

Imagem das Praias em Dubai

Há também os clubes de praia, ou beach clubs, instalados em alguns dos melhores resorts da cidade. Com serviço perfeito e algumas das localizações mais privilegiadas, podem ser contratados apenas para passar o dia. Com infraestrutura maravilhosa, você encontrará praias particulares, piscinas, espreguiçadeiras, música ao vivo, excelentes restaurantes e baladas noturnas. Entre os principais, podemos citar os localizados nos resorts Le Méridien, Caesars Park, Atlantis, One & Only Royal e Jumeirah Al Naseem, entre outros.

Compras em Dubai

Como Dubai é uma zona franca de impostos, o lugar é interessante para fazer compras, especialmente de eletrônicos. Meca dos mais consumistas, há quase 100 centros comerciais espalhados pela região. Os shoppings, como tudo mais na cidade, são enormes, modernos e luxuosos.

Há também os tradicionais mercados souqs (ou souks), repletos de barracas, oferecem de frutas secas e temperos a objetos de decoração, perfumes e joias a roupas típicas. Normalmente cheios e barulhentos, é o tipo de passeio “ame ou odeie” em Dubai. Alguns adoram e se deixam perder entre as cores vibrantes e os aromas, outros não gostam da muvuca e fogem rapidamente dos locais.

imagem das tendas no mercado local

Os mercados mais tradicionais ficam na região de Deira, próximos ao Aeroporto Internacional. É onde encontrará o Gold Souq, especializado em joias, e o Spicy Souq, com temperos e outras especiarias. Caso queira comprar algo nas feiras ou souqs, negocie muito, pois é comum os preços finais ficarem em torno de metade do informado inicialmente.

É hábito servirem chás e biscoitos típicos em lojas mais refinadas, como de joias e tapetes. Recomendamos que aceite, pois é considerado falta de educação recusar a cortesia.

The Dubai Mall

Localizado em Downtown, o The Dubai Mall é o maior centro de compras e gastronomia do mundo, e atrai o maior número de visitantes.  Entre turistas e moradores, mais de 80 milhões de pessoas passam pelos corredores do shopping anualmente. Não foi erro de digitação: este shopping recebe mais visitantes que a Torre Eiffel e a Disney juntas. E o objetivo é chegar a 100 milhões nos próximos anos.

Com mais de 1.200 lojas, ocupa uma área equivalente a mais de 50 campos de futebol, dividida em 4 andares, e abriga unidades das principais grifes de luxo e lojas de eletrônicos. Mesmo as vitrines de produtos mais simples são caracterizadas como artigos sofisticados. Sabe aquela voltinha rápida pelo shopping, sem parar para ver vitrines? É quase impossível por lá.

Interessante saber que as mulheres árabes estão entre as mais vaidosas do mundo. Mesmo sob as vestimentas mais tradicionais, usam roupas e cosméticos das melhores marcas e as grifes badaladas investem muito neste segmento.

Human Waterfalls é uma das atrações mais apaixonantes do shopping. Uma cascata artificial, que ocupa toda a altura do prédio e é visível a partir dos 4 andares. Possui esculturas de mergulhadores em fibra de vidro.

Dubai Aquarium

Com mais de 10 milhões de litros de água, está entre os maiores aquários do mundo. Localizado no piso térreo do The Dubai Mall, possui 33 mil animais marinhos de mais de 140 espécies. Entre os mais admirados, 300 tubarões e arraias.

Imagem do Dubai Aquarium

A visita mais comum é transitar por um túnel de vidro de 48m de extensão, com uma vista fantástica do aquário, com 11m de altura. Você poderá fazer um passeio de 15 minutos por sobre o aquário em um barco com fundo transparente. Mas se procura por uma experiência realmente única, crianças e jovens poderão mergulhar no aquário, com supervisão profissional.

Uma vez dentro do Aquário, você poderá permanecer por quanto tempo quiser, mas acreditamos que 30 minutos é tempo suficiente para observar a vida marinha.

Dubai Ice Rink

Adivinhe? Sim, é a maior pista de patinação do mundo também. Localizada no piso térreo no The Dubai Mall, possui dimensões de um rink olímpico. A qualidade do gelo na pista é perfeita e foram importados mais de 2.000 pares de patins do principal fabricante da Itália. Uma academia foi instalada, onde jovens podem aprender técnicas de patinação, das básicas às mais avançadas. 

Recentemente reformado, foi adequado a festas, com uma pista de dança super moderna onde frequentemente são organizadas baladas com participação de DJs internacionais. Os principais eventos esportivos, como a Copa do Mundo, também são transmitidos em seus telões.

Dubai Fountain

As Fontes de Dubai estão instaladas no Burj Lake, entre o Burj Khalifa e o The Dubai Mall. Com 275m de extensão, é o maior sistema de fontes coreografadas do mundo. Foram desenvolvidas pela mesma equipe responsável pelo famoso show de águas dançantes do Hotel Bellagio, em Las Vegas.

Composta por 5 círculos de diferentes tamanhos, projetam mais de 83.000l de água a uma altura de aproximadamente 200m. Canhões para projeção de luzes compõe 1.000 variações de intensidade e cores. Uma curiosidade é que o show de águas em Dubai é bastante eclético, ocorrendo ao som de músicas clássicas, pop internacional e sucessos árabes.

Você pode assistir aos shows por sobre uma ponte suspensa ao lado do lago, a partir da varanda de um dos restaurantes do The Dubai Mall ou em um passeio de barco entre as fontes. As apresentações ocorrem normalmente a cada meia hora a partir das 18h. Há duas apresentações à tarde, às 13:30h e 14h às sextas e 13h e 13:30h nos demais dias da semana.

Ski Dubai

Um parque com neve para a prática de ski próximo ao deserto? Sim. Até isto você encontrará em Dubai. Um dos maiores parques fechados para prática de ski do mundo, possui 22 mil m2.

É diversão garantida para crianças de todas as idades, que poderão andar de teleférico, esquiar, fazer tirolesa e até interagir com pinguins, de acordo com o pacote de ingresso escolhido.

Com temperatura ambiente de -4oC, é um refresco muito bem-vindo para quem vivencia por alguns dias o calor escaldante de Dubai.

Há vários tipos de pacotes, incluindo aluguel de todo o equipamento necessário para sua diversão, aulas de ski, refeições, fotos profissionais e até uma experiência no iFly Dubai (não conhecemos este, mas testamos o de Orlando e contamos pra vocês como foi).

Dubai Marina

Localizada no sul da cidade, é maravilhosa durante o dia, mas fica especialmente movimentada à noite, pelos inúmeros restaurantes e lojas iluminados em seu entorno. A área, que surgiu há aproximadamente 15 anos, conta com o porto e mais de 200 restaurantes. O calçadão em torno da Marina possui 7km com uma vista belíssima, entre os modernos arranha-céus e os sofisticados barcos no maior canal artificial do mundo. Da marina partem vários tipos de passeio de barco pela região.

Imagem da Dubai Marina
Dubai Marina

Miracle Garden

Em funcionamento desde 2013 apenas durante os meses de temperatura mais amena, entre meados de novembro a maio, este parque de 72.000m2 apresenta esculturas totalmente montadas com flores. No total, são mais de 150 milhões de flores dispostas anualmente das mais diversas formas.

São dois os títulos de maior do mundo nesta atração: maior jardim vertical e maior escultura de flores do mundo, em uma réplica de um Airbus A380 da Emirates com mais de 500.000 plantas. Em 2018, houve também a de escultura mais alta feita em plantas, um Mickey Mouse com 18m, feita com quase 100.000 plantas e pesando 35 toneladas. Outra área interessante é o Jardim das Borboletas, com mais de 15.000.

Este é outro passeio que pode ser do tipo “ame-o ou odeie-o”. Apesar de adorarmos parques de flores, como o Keukenhof, próximo a Amsterdam, o conceito do Miracle Garden é diferente. é formado por esculturas, arcos, casas, corações, borboletas e outras estruturas com flores. Achamos lindo e nossa opinião não fica em nenhum dos dois extremos, mas concordamos que os jardins são um pouco artificial demais.

Mesquita Jumeirah

Além de uma linda arquitetura, esta enorme mesquita totalmente construída em pedras brancas é a única na cidade com visitação aberta a não muçulmanos. Com capacidade para até 1.200 pessoas, oferece visitas guiadas, quando um representante passa algumas informações básicas sobre a construção, os princípios do Islamismo e o Ramadã.

Para tanto, é necessário estar com roupas adequadas – abaixo dos joelhos, sem decotes e com os ombros e cabeça cobertos, no caso de mulheres. Lenços especiais são emprestados na entrada, se necessário. Além disso, solicitam que tirem os sapatos. Alguns visitantes incomodam-se com as regras de visitação, nós consideramos apenas uma demonstração de respeito à cultura local. As visitas ocorrem entre sábado e quinta, às 10h, e duram 1:15h.

Passeios pelo deserto de Dubai

A cidade de Dubai é cercada por um deserto, onde é possível realizar vários tipos de passeios. Há diversas opções, das mais simples às mais sofisticadas. Normalmente, iniciam a bordo de veículos 4×4 até chegar ao Deserto, onde você será convidado a caminhar pelas dunas, passear de camelo ou quadriciclo, e presenciar um pôr do sol escandalosamente bonito. Há paradas em tendas semelhantes a pequenos souqs que comercializam frutas, temperos, roupas típicas e tatuagens de henna. Os pacotes mais completos oferecem ainda jantares temáticos em tendas enormes com apresentação de danças típicas.

Salto de paraquedas, passeios de balão sobre o deserto, sobrevoo de helicóptero ou jet-ski em uma das praias são algumas das muitas possibilidades de diversão neste exótico destino.

O que fazer em uma conexão em Dubai


Dubai é o principal hub da ótima companhia aérea Emirates. Em nosso caso, fizemos escala na cidade em uma visita às Maldivas, mas aproveitamos para ficar alguns dias. Há muito o que fazer em Dubai e a melhor escolha quanto ao que priorizar vai depender do tempo disponível e interesse pessoal de cada viajante.

De qualquer forma, para ver o mínimo, recomendamos que passeie pela área mais moderna da cidade e veja as construções mais famosas. Passar na frente do Burj Khalifa, ver o The Dubai Mall e as fontes de água pode ser uma boa alternativa. Utilizar o hop on hop off também pode ajudá-lo a ver o básico em menos tempo.

Passeios bate e volta em Dubai

Desert Safari

Os passeios pelo Deserto de Dubai são conhecidos como Desert Safari, muito interessantes e diferenciados. Você provavelmente vai se encantar com o contraste entre as paisagens áridas e o mar de prédios envidraçados da cidade. Há várias opções de duração, estilo e valores, de acordo com as atividades incluídas.

Abu Dhabi

A pouco mais de 1h de Dubai, a capital dos EAU merece uma visita. Segunda maior cidade dos Emirados, Abu Dhabi também oferece vários tipos de atração, como a bela mesquita Sheikh Zayed Grand Mosque, uma filial do Museu do Louvre e a arquitetura ímpar da cidade. O Parque da Ferrari também é imperdível para fãs da montadora e amantes de adrenalina, pois é onde encontrará a montanha russa mais rápida do mundo, além de outras atrações.

Onde comer em Dubai

Este é outro ponto alto na região: são mais de 5.000 restaurantes para você se deleitar. Há opções deliciosas, restaurantes estrelados e caros, mas também alternativas mais simples e igualmente especiais. Tudo vai depender de sua expectativa, especialidade preferida e, claro, verba disponível.

Chefs renomados de todo o mundo mantém unidades de seus restaurantes em Dubai. Entre os melhores, mais românticos e, obviamente, mais caros, estão o Pierchic, próximo à Palmeira e com vista incomparável para o hotel Burj Al Arab. Aliás, fica no icônico hotel outra opção caso queira ter uma experiência inesquecível: Al Mahara. Com paredes revestidas por um aquário marinho gigante, você será transportado ao fundo do mar, enquanto desfruta de uma refeição sensacional. Outros restaurantes franceses, italianos e asiáticos estrelados também estão disponíveis por toda a cidade.

Especialmente próximos aos portos, encontrará restaurantes simples especializados em peixes e frutos do mar, com opções frescas, deliciosas e acessíveis.

Se tiver a oportunidade, inclua em seu roteiro um tradicional Brunch de sexta-feira. Início do final de semana muçulmano, o brunch ocorre nos principais restaurantes da cidade, em sistema de buffet, com ilhas de diversas especialidades e valores únicos.

Caso esteja planejando algo mais econômico, encontrará unidades de várias redes de fast food nos principais shoppings e centros comerciais. Bons exemplos são Shake Shack, Five Guys, McDonald’s, Subway e Burguer King.

Vida Noturna em Dubai

A noite em Dubai é muito animada, com baladas para todos os gostos e públicos. De casas de shows e clubes com música eletrônica a românticos restaurantes, você encontrará um espaço sob medida para sua programação.

Especialmente próximos às praias, à marina e ao ar livre, jovens se reúnem nos beach clubs mencionados acima, ao som de música eletrônica ou shows ao vivo. É fácil encontrar também casas com apresentação de bandas de música árabe e danças típicas. Por mais incrível que possa parecer, shows de música brasileira também ocorrem na cidade com alguma frequência.

Vale observar que bebidas alcoólicas são muito caras e que a idade mínima para entrar nas festas é de 21 anos.

Como deve ter observado, há muito o que fazer em Dubai e você terá opções de sobra para aproveitar ao máximo sua passagem pela cidade. Esperamos ter ajudado a planejar sua próxima viagem!

 PLANEJANDO SUA VIAGEM 


Planeje sua viagem através do Suas Próximas Viagens. Nossos Parceiros são os mais conceituados do mercado, oferecem serviços de qualidade e são referência em suas áreas.

Nós frequentemente usamos estes serviços em nossas viagens e recomendamos. Em muitos artigos, deixamos de mencionar diversas empresas, pois não tivemos boas experiências com elas. Nosso objetivo é ajudar você a planejar suas próximas viagens para que sejam sensacionais!

 
  • HOSPEDAGEM →  Você encontrará as melhores opções através do booking.com 
  • PASSAGEM AÉREA →  Pesquise e Compre Passagens aéreas com a Kayak 
  • ALUGUEL DE CARRO →  Alugue um carro com facilidade e segurança na Rentcars.com 
  • SEGURO VIAGEM → Viaje mais tranquilo e com segurança contratando Seguro Viagem  

4 Comments

  1. Ticiano Boaventura

    Excelente explicação sobre Dubai, bastante instrutivo e esclarecedor. Vai ajudar muito na minha viagem!

  2. Parabéns!!! Super completo. Adorei a leitura.

Deixe um Comentário ou Sugestão