Palacio Real em Pontos Turísticos em Madri

Madri – O Que Fazer

Madri, capital da Espanha, é vibrante, surpreendente e emocionante. É sinônimo de arte, cultura e amplos espaços verdes. Apesar de ser possível ver o básico em 4 dias, você vai querer passar mais tempo explorando os Pontos Turísticos em Madri. Além de ótimos museus, há sempre shows, musicais e eventos esportivos movimentando a região.

Mesmo após anos de crise econômica e política, a cidade permanece linda, limpa e muito bem conservada. Além disso, os madrilenhos são simpáticos, muito receptivos aos turistas e farão o possível para que você se sinta em casa. Independente do seu estilo de viagem, encontrará muito o que fazer em Madri.

 

 

Influência Árabe

Inicialmente chamada de Megerit durante a ocupação moura na Península Ibérica, permaneceu sob sua influência durante quase oito séculos, terminando totalmente apenas em 1492. Em função disso, gastronomia, cultura, arte e arquitetura refletem esta ascendência. A região era murada e muitas das portas de entrada transformaram-se em belos pontos turísticos em Madri.

Entre os maiores símbolos da cultura espanhola, a dança e a música flamenca também nasceram a partir de instrumentos e ritmos árabes, com influência cigana. Esta expressiva arte mescla paixão e intensidade, contagiando a todos. Mesmo que não entenda as letras das canções, você ficará com a emoção à flor da pele ao assistir uma apresentação. É impossível não se encantar pelo ritmo frenético do sapateado e não se deixar hipnotizar pelos movimentos dos dançarinos. O som das castanholas e palmas complementa a marcação nos tablados da cidade.

Outra grande contribuição dos árabes foi o desenvolvimento da ciência náutica, que permitiu aos espanhóis e portugueses descobrirem novas terras. Bom exemplo foi o aperfeiçoamento do astrolábio, instrumento que possibilitava orientar-se a partir da localização das estrelas. Como resultado, as riquezas do Novo Mundo permitiram que a Espanha se tornasse um dos países mais prósperos entre os séculos 15 e 17, investindo muito nas artes e arquitetura.

 

Melhores Dicas de Madri

Como Ir

Você encontrará voos diretos para Madri a partir de grandes cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Recife. Se já estiver em outra capital europeia, ir de avião também será mais rápido e econômico que de trem.

 

Há alguns anos, chegar na Europa pela Espanha era sinônimo de rigidez quanto à documentação exigida. Havia uma grande preocupação quanto ao processo de imigração, em especial para mulheres desacompanhadas. Apesar de não precisarmos de visto, eram bastante rigorosos quanto a comprovantes de estadia, passagem de volta, seguro viagem e condições financeiras para se manter durante a viagem. Atualmente a situação está mais tranquila e o processo semelhante ao encontrado em outros países da União Europeia.

 

Importantíssimo lembrar que, para viajar aos países da União Europeia, o seguro de viagem – Tratado de Schengen é OBRIGATÓRIO. Então não se esqueça de contratar o Seguro Viagem   com a Seguros Promo. Usando o cupom “PROXIMASVIAGENS5”, você obtém 5% de desconto e pode conseguir  5% adicionais se pagar através de boleto bancário.

Você sabia que um seguro de viagem internacional pode ser tão barato quanto R$9,00/dia?  Você sabe a diferença entre um Seguro de Viagem ou Assistência de Viagem? Nós explicamos tudo neste artigo para que você viaje mais seguro. Faça agora a simulação do valor do seu seguro viagem e veja que sua tranquilidade custará menos do que imagina.

 

Cupom Seguros Promo Suas Próximas Viagens

 

 

Quando Ir

Sugerimos que você vá durante o outono ou primavera, sempre que possível. Nestas épocas, as temperaturas são amenas, a cidade está mais tranquila e as diárias a valores mais atrativos. Abril chove bastante, o que pode comprometer os passeios. Estivemos nesta época e choveu muito, mas  como prêmio de consolação encontramos os parques repletos de tulipas.

Verão, especialmente entre julho e agosto, é altíssima temporada. A cidade transborda de turistas e o calor é comparável ao do nordeste brasileiro, mas sem a deliciosa brisa para refrescar. Imaginou? Quanto ao inverno, apesar de não ser tão rigoroso quanto em outras capitais europeias, os dias são mais curtos e chove bastante. Se puder, evite.

Clima em Madri

A cidade é famosa por seus extremos – muito frio no inverno, calor abafado demais no verão. As temperaturas máximas entre julho e agosto ficam por volta dos 33oC, enquanto as mínimas entre dezembro e janeiro se aproximam de 0oC.

Chove muito nos meses de abril, novembro e dezembro, com uma média de 25 dias por mês. Sim, deveríamos ter nos informado sobre isto antes de visitar a cidade no início da primavera. Os dias duram 11h em julho e agosto, contra apenas 4h entre dezembro e janeiro.

Como se Deslocar

A infraestrutura de transporte público é ótima. O metrô contempla toda a cidade e há estações próximas aos principais pontos turísticos em Madri. É também interligado ao aeroporto, tornando-se uma alternativa bem simples para quem não tiver problemas com o tamanho da bagagem.

Como chegamos à cidade cansados e com malas grandes, optamos por Uber e ficamos super satisfeitos! Foi bem mais em conta que taxi e o atendimento acima da expectativa. Recomendamos  esta alternativa inclusive para a volta de programas à noite, quando é difícil encontrar taxis.

Por 2 dias, passeamos pela cidade com o ônibus turístico Hop-On Hop-Off , que nos facilitou muito conhecer a cidade quase toda e ficamos descendo em cada atração que nos interessava. Recomendamos!

Onde ficar

A capital da Espanha, é muito bem servida em termos de hospedagem, das mais simples às mais confortáveis. Grandes redes nacionais, como Meliá e Tryp, disputam espaço com bandeiras internacionais como Accor e Holiday Inn.

Gostou das dicas? Deixe seu e-mail e seja o primeiro a saber das atualizações e novos destinos do Suas Próximas Viagens. INSCREVA-SE AQUI

Em termos de deslocamento, será fácil se estiver próximo a qualquer estação do metrô, independente do seu roteiro de o que fazer em Madri. Cada bairro da cidade tem suas peculiaridades, com alguns pontos positivos e outros nem tanto.

A maioria dos pontos turísticos em Madri fica em Callao, próximos à Gran Via e Puerta del Sol. O bairro possui muitas alternativas interessantes de hotéis. Mas se por um lado há a conveniência de bares e restaurantes por perto, por outro o barulho à noite pode incomodar.

Salamanca é o bairro mais chique, com comércio de luxo e restaurantes sofisticados. É próximo a alguns museus e o maravilhoso Parque de El Retiro. Já Chueca é a região mais descolada, boêmia e gay friendly. Em breve faremos um post com nossas sugestões de onde se hospedar em Madri.

 

O que fazer em Madri

Como mencionamos, há muitas opções de passeios, eventos e pontos turísticos em Madri. Ao programar sua visita, veja o que a agenda da cidade reserva a você naquele período no site oficial de turismo. Veja abaixo algumas das atrações que consideramos imperdíveis em seu roteiro em Madri:

 

Pontos Turísticos em Madri

Plaza Mayor

Maior e mais conhecida, esta praça abriga os principais eventos populares da cidade. Foi palco de manifestações, festas, corridas de touro, coroações e até execuções, séculos atrás. É o centro da área antiga de Madri e ostenta uma valiosa escultura de Filipe III. Em sua volta há bons restaurantes, com charmosas mesas externas. Além disso, abriga um escritório do Departamento de Turismo da cidade, com mapas e informações relevantes para explorar a cidade.

 

 

Plaza de La Puerta del Sol

Marco Zero da cidade, a Puerta del Sol era uma das portas de entrada da época medieval, quando Madri era murada. Fica na convergência de algumas das principais vias e abriga o famoso relógio da Casa dos Correios, cujas badaladas marcam o início de cada ano.

Puerta de Alcalá

Este enorme portal foi construído em 1778, todo em granito. Outra entrada da cidade enquanto murada, está localizada na Plaza de la Independência, em frente ao Parque de El Retiro.

 

 

Parque de El Retiro

Este parque é o coração e os pulmões de Madri. Imenso e muito bonito, possui 1.250.000 m2 de área verde, mais de 15.000 árvores e canteiros floridos. Dividido por jardins de influências distintas, merece ser admirado com calma.

Além disso, o Parque de El Retiro presenteia seus visitantes com esculturas, fontes e lagos incríveis. Começou a ser formado no início do século XVII, destinado ao uso da família real. Passou a ser aberto ao público mais de 200 anos depois.

Não deixe de conhecer o Palácio de Cristal, criado em 1887 para abrigar uma mostra de plantas exóticas e utilizado atualmente como sala de exposições. Uma boa dica é alugar uma bicicleta em um dos vários pontos distribuídos pelo parque.

 

 

El Real Jardín Botánico de Madrid

No centro da cidade, este parque fica entre os Museus Reina Sofia e Prado. Nos canteiros, flores de todas as cores formavam belos mosaicos. Apesar de parecer pequeno, conta com mais de 5.000 espécies de plantas e fica maravilhoso na primavera. Visitamos nesta época e adoramos, pois parecia uma miniatura do belo Keukenhof, o famoso parque das tulipas da Holanda.

 

 

Palácio Real

Visitar o Palácio Real é fazer uma viagem pela história da Espanha. Construído em estilo barroco no século XVII, possui mais de 3.000 cômodos. É a residência oficial da monarquia, entretanto a família real a utiliza apenas em eventos e comemorações oficiais.

O projeto do palácio foi realizado por arquitetos italianos e franceses. O resultado é maravilhoso, mas apesar disso, não é permitido fotografar seu interior. Contudo, temos certeza que você não vai se arrepender da visita.

 

 

Palácio Cibeles

Esta imponente construção começa a encantar pela belíssima fonte externa localizada em sua entrada. Seu ponto alto, contudo, é a vista da cidade que seu mirante proporciona. Esteja preparado apenas para o procedimento de segurança, que fará com que deixe algumas bolsas em armários com chave antes de subir.

No entanto, o que mais nos emocionou ao chegar ao Palácio foi uma mensagem em sua fachada. Mesmo em meio à discussão dos países europeus mais prósperos sobre limitar a entrada de refugiados, uma faixa declarava que seriam bem-vindos à Espanha. Uma bela lição.

 

Palácio Cibeles em Pontos Turísticos em Madri
Palácio Cibeles

 

Museus de Madri

Museo Reina Sofia

Este museu concentra peças de Arte Moderna, sendo um dos mais importantes da Espanha. O acervo é dividido em salas e assuntos, com destaque para obras de artistas como Dali e Miró. Entretanto, o ponto alto da visita é a impressionante e renomada tela Guernica, de Picasso, com quase 8m de largura e 3,5m de altura, retrata a Guerra Civil Espanhola. Antecipe seus ingressos através da GetYourGuide e evite filas.

 

Museo Reina Sofia em Pontos Turísticos em Madri
Museo Reina Sofia

 

Thyssen-Bornemizsa

Abriga o respeitável acervo da família de dois barões, que emprestam seu nome ao museu. Suas obras de Picasso, Caravaggio, Van Gogh e outros mestres resulta em um dos maiores acervos de arte privados do mundo. Localizado no Palácio de Villahermosa, foi construído no século XVIII.

Museo del Prado

Entre os museus mais importantes do Mundo, possui um impressionante acervo com mais de 15.000 obras de arte. Artistas consagrados como Goya, Velászquez, El Greco, Murillo e muitos outros, principalmente ibéricos, estão bem representados. Imperdível para quem curte museus, este seria o “Louvre” de Madri. Aberto diariamente entre 10h e 20h, fecha 1h mais cedo aos domingos e feriados. Ingressos a $15 euros, com descontos para seniors e estudantes. Você pode comprar antecipadamente seus ingressos aqui.

 

Futebol na Espanha

Se você for fã do esporte e gostar da adrenalina de assistir ao vivo uma boa partida, não perca a oportunidade. Os espanhóis são quase tão fanáticos por futebol quanto nós, brasileiros. Por isso, os ingressos esgotam rapidamente. Procure com antecedência por ingressos de jogos do Atlético ou do Real Madri, times com as maiores e mais apaixonadas torcidas, e divirta-se. Será uma experiência inesquecível.

Há uma excursão ao Estádio Santiago Bernabéu que vale muito a pena a partir de $ 115 euros.

 

Opção de um bate e volta desde Madri

Se tiver um dia disponível, não deixe de visitar Toledo! A cidade medieval parece ter parado no tempo e encanta seus visitantes com construções centenárias. Veja dicas incríveis neste roteiro  de 1 dia em Toledo do Para Viagem  ou contrate o passeio de 1 dia em Toledo através da GetYourGuide

 

Onde comer em Madri

Os espanhóis curtem este bom lado da vida como poucos. Principalmente se considerar que alguns dos melhores chefs do mundo são espanhóis, terá uma boa ideia do que a gastronomia madrilenha representa.

De influência mediterrânea, a culinária é rica em frutos do mar. O prato mais tradicional é a paella, à base de arroz com açafrão, lulas, mexilhões e camarões. No entanto, recomendamos que se renda às famosas Tapas, petiscos elaborados com ingredientes como presunto cru, outros frios e azeitonas. Como sugestão, harmonize com um vinho nacional ou uma boa Cava.

Em nossas viagens, sempre que possível utilizamos um aplicativo fantástico chamado TheFork. O aplicativo oferece várias opções de filtro, seja por localização, tipo de cozinha, faixa de preço e outros. Permite ainda fazer reservas e, muitas vezes, oferece benefícios como descontos ou cortesias a seus usuários. Através dele, descobrimos algumas excelentes sugestões de onde comer em Madri, até mesmo perto de nosso hotel.

O aplicativo permite fugir dos restaurantes mais turísticos, normalmente mais cheios e caros. Graças a ele, conhecemos alguns locais frequentados pelos madrilenhos e tivemos excelentes surpresas (e uma bem ruim), mencionadas abaixo.

Gostou das dicas? Deixe seu e-mail e seja o primeiro a saber das atualizações e novos destinos do Suas Próximas Viagens. INSCREVA-SE AQUI

 

Platea Madrid

Ocupando o prédio de um antigo cinema, foi criado um espaço gourmet incrível e fora do tradicional. Foram mantidas as estruturas dos camarotes, palco e platéia. São 5.800m2 com um conceito diferente, abrigando desde pequenos balcões a restaurantes sofisticados, premiados com duas estrelas Michelin. Além de várias opções de tapas, há representantes das cozinhas peruana, japonesa, mediterrânea, mexicana e italiana. Para acompanhar, chopp, cervejas artesanais, vinhos e cavas. O espaço abre diariamente, das 12h às 00:30h (domingo a quarta) e até as 2:30h (quinta a sábado).

 

 

Mercado de San Miguel

O Mercado de San Miguel está localizado no centro de Madri, próximo à Plaza Mayor. O lugar é bonito, transado, cheio de jovens e ótimo para qualquer um que seja um morcego, pois o teto era o único lugar livre no local.  Haviam pessoas transbordando do local, comendo e bebendo de pé até longe dos balcões, pois não havia mais espaço disponível.

Inaugurado em 1916, foi totalmente reformado em 2009 para transformar-se em um mercado gastronômico. É semelhante ao Mercado Municipal de São Paulo, mas menor e com muito mais charme. Você encontrará mais de 30 bancas, onde come-se bem petiscos e tapas, além da opção de pedir vinhos em taça. Mas, como mencionamos, esteja preparado para ser empurrado e comer em pé nos horários de maior movimento.

 

Mercado San Miguel em Onde Comer em Madri
Mercado San Miguel

 

Sorgo Rojo

Uma das boas opções encontradas no TheFork, o restaurante asiático Sorgo Rojo oferece especialidades japonesas, tailandesas e chinesas.  A comida estava deliciosa e leve, com porções muito bem servidas. Pedimos guyozas, sushis e sashimis variados e arroz frito com camarões. Tudo o que experimentamos estava muito fresco e saboroso. Além disso, o ambiente é super agradável, bom atendimento e preços justos. Voltaríamos felizes!

Experiência Ruim: Sobrino de Botín

Como podem imaginar, seguimos também algumas sugestões e descobrimos alguns restaurantes para não recomendar a você. Alguns deles foram verdadeiras barcas furadas. Por exemplo, em um restaurante muito conhecido e premiado,  tivemos uma péssima experiência: Sobrino de Botín.

Bastante tradicional, recomendado por turistas e pelo TripAdvisor, podemos dizer que o Sobrino de Botín foi uma típica atração pega-turista para nós. Fundado em 1725, consta no Guiness Book como o restaurante mais antigo do mundo. Reza a lenda que Goya trabalhou em sua cozinha quando adolescente e que Botín era o restaurante preferido por Hemingway, inclusive mencionado em um de seus livros.

O restaurante serve até hoje os mesmos pratos que fizeram sua história, com destaque ao cochinillo assado, um leitão que fica horas no forno. Esta sugestão foi uma das nossas pedidas, e não conseguimos comer, pois a carne estava dura e sem tempero algum. Pedimos pratos diferentes para conseguir experimentar um pouco de cada especialidade, e nenhum deles nos agradou. Para complementar, infelizmente o restaurante estava cheio e o atendimento foi péssimo, com direito a atrasos, indiferença e uma roupa nova manchada de vinho pelo garçon. Em suma, definitivamente não recomendamos!

 

Não deixe de ver o artigo sobre Barcelona para completar seu roteiro na Espanha.

Barcelona – Paixão à Primeira Visita

 

 

 



Booking.com

 

PLANEJANDO SUA VIAGEM 

Planeje sua viagem através do Suas Próximas Viagens. Nossos Parceiros são os mais conceituados do mercado, oferecem serviços de qualidade e são referência em suas áreas.

Nós frequentemente usamos estes serviços em nossas viagens e recomendamos. Em muitos artigos, deixamos de mencionar diversas empresas, pois não tivemos boas experiências com elas. Nosso objetivo é ajudar você a planejar suas próximas viagens para que sejam sensacionais!

 
  • HOSPEDAGEM →  Você encontrará as melhores opções através do booking.com 
  • PASSAGEM AÉREA →  Pesquise e Compre Passagens aéreas com a Passagens Promo 
  • ALUGUEL DE CARRO →  Alugue um carro com facilidade e segurança na rentcars.com 
  • SEGURO VIAGEM → Viaje mais tranquilo e com segurança com a Seguros Promo  

2 Comments

  1. Espanha é tudo de bom!! Adorei as fotos de vocês!

  2. Adorei conhecer um pouco de Madrid!

Deixe um Comentário ou Sugestão