Parc de Montjuic em o que fazer em Barcelona

Barcelona – Paixão à Primeira Visita

Uma cidade que surpreende e emociona com suas formas e cores únicas, jovial e vibrante apesar de seus mais de 2.000 anos. Há tanto o que fazer em Barcelona que sugerimos planejar com calma seus dias na capital catalã.  Para ajudá-lo a voltar da cidade tão encantado quanto nós, reunimos nossas melhores dicas de Barcelona.

Caminhar por seus bairros é descobrir aos poucos todas as fases da história da Catalunha, passando por lugares com características muito marcantes de épocas distintas. Bom exemplo é o contraste entre o bairro Gótico, onde encontramos ruas estreitas e construções medievais, enquanto em Gràcia e Eixample as vias são largas, arborizadas e charmosas, com prédios modernos e bons restaurantes.

A Catalunha é uma comunidade autônoma da Espanha, reconhecida como Nação. Isto significa que seus cidadãos são catalães e falam catalão, um idioma que mistura espanhol e francês. Apesar disto, comunicação não será uma dificuldade, pois a maioria das informações turísticas são divulgadas também em inglês e espanhol.

 

Obras de Arte em Barcelona
Obras de Arte em Barcelona

 

Quando ir a Barcelona

Sempre! Barcelona atrai turistas do mundo inteiro, basta adequar o que a cidade oferece ao tipo de viagem que você gosta. Verão é altíssima temporada: a cidade ferve – literalmente, com temperaturas superiores aos 30oC e baixa umidade, e vira sinônimo de praias cheias, parques lotados e baladas, ideal para quem gosta de agito.

Primavera e Outono oferecem temperaturas (e filas!) mais amenas, sob medida para quem pode viajar fora da alta temporada e fugir da muvuca. No inverno a cidade fica mais tranquila e as temperaturas não caem tanto quanto em outras regiões da Europa, com mínimas em torno dos 4oC.

Raramente neva por lá, mas se a sua intenção for aproveitar neve, estará a apenas 130km da linda estação Vall de Núria, na região dos Pirinéus, fronteira com a França.

 

Onde ficar em Barcelona

 

Para ajudar na sua escolha, fizemos um artigo em separado para recomendar onde se hospedar na cidade. Click na Foto.

Onde se Hospedar em Barcelona
Onde se Hospedar em Barcelona

 

 

 

Onde Comer – Gastronomia Catalã

Amantes de boa gastronomia têm um motivo adicional para conhecer a região, base de alguns dos melhores chefs da atualidade. Para dar uma dimensão melhor, São Paulo é uma cidade muito maior e conhecida como o templo gastronômico do Brasil. O Guia Michelin, referência da gastronomia mundial, atribuiu suas famosas estrelas a 13 restaurantes em Sampa, contra 24 em Barcelona.

Se comer bem é uma das motivações ao escolher seus destinos, prepare suas malas! Isto não significa que você precisará gastar muito para comer bem. Existem boas opções em conta, muito além das deliciosas tapas e paellas.

Instale o app The Fork em seu celular e desfrute desta deliciosa característica da cidade. Poderá encontrar excelentes opções dentro do seu critério de escolha.

 

O que fazer em Barcelona

Parques

A cidade oferece parques sensacionais para quem aprecia a vida ao ar livre. Com exceção dos bairros mais antigos localizados no centro da cidade, Barcelona é rica em áreas verdes, com inúmeros parques amplos e muito bem conservados. Vale muito a pena inclui-los em seu roteiro! Os nossos preferidos foram:

Parc de Ciutadella

Um dos mais antigos é, em nossa opinião, o mais bonito. O parque foi aberto ao público em 1888 para sediar a Exposição Universal, inspirado em outros jardins europeus.

Começamos o passeio em frente à entrada principal, pelo caminho do monumento do Arc de Triomf. Com 30m de altura e revestido em tijolos vermelhos, foi construído como portão de acesso para o parque. Repare nas charmosas estruturas de iluminação de ferro consideradas de mal gosto em sua inauguração, no final do séc. 19.

O Ciutadella tem várias esculturas, estufas e prédios que merecem ser admirados calmamente. O Castell des Tres Dragons e o Parlamento da Catalunha merecem a visita. O ponto alto, em nossa opinião, é o espaço da escultura El carro de l’Aurora, recoberta em ouro, e uma cascata de águas sobre um pequeno lago. O lugar é lindo, principalmente quando as fontes estão em funcionamento. Este projeto foi um trabalho conjunto de alguns dos melhores escultores catalães da época. O parque ainda abriga o Zoológico da cidade.

Fonte no Para Ciutadella em Barcelona
Parc Ciutadella
Arc de Triomf em as Melhores Dicas de Barcelona
Arc de Triomf
Estátua no Para Ciutadella em Barcelona
Estátua no Parc Ciutadella

Parc de Montjuïc

O maior parque de Barcelona possui inúmeras atrações, com atrativos a todos os tipos de visitantes. São vários museus, jardins e esculturas maravilhosos e a vista panorâmica mais bonita de Barcelona. Sua construção mais conhecida é o Palau Nacional, que hoje abriga o Museu Nacional d’Arte de Catalunya. Programa obrigatório para amantes de arte, o museu possui uma das mais ricas coleções de arte referentes aos últimos 1000 anos. Aberto ao público das 10h às 18h (inverno) e até as 20h (verão), os ingressos podem ser adquiridos online pelo GetYourGuide, custam a partir de € 12, sendo gratuita para jovens de até 16 e idosos. Os museus de Arqueologia, Etnologia e a Fundació Joan Miró também estão localizadas por lá.

É possível passear também pelos mirantes do Castell de Muntjuïc e seus mirantes, com uma linda vista da cidade e do mar. Aberto ao público entre 10h e 18h (inverno) e até as 20h (verão). Ingressos a € 5, com descontos a idosos e entrada gratuita a menores de 17 anos. O parque é ainda porta de entrada para algumas das principais instalações esportivas construídas para as Olimpíadas de 1992, entre estádios, ginásios e complexo aquático. Um legado maravilhoso e muito bem conservado.

Gostou das dicas? Deixe seu e-mail e seja o primeiro a saber das atualizações e novos destinos do Suas Próximas Viagens. INSCREVA-SE AQUI
Parc de Montjuic em Barcelona
Parc de Montjuic
Vista desde o Parc de Montjuic em Barcelona
Parc de Montjuic
Vista do Parc de Montjuic em Barcelona
Vista do Parc de Montjuic
Vista do Parc de Montjuic à noite em Barcelona
Vista do Parc de Montjuic à noite

Font Màgica

À noite, o ponto alto no Parc de Montjuïc é o espetáculo de luz, música e águas dançantes da Font Màgica, uma das atrações mais concorridas de Barcelona. A fonte inaugurada em 1929 tem 50m de largura, mais de 3.600 jatos de água e 4.700 pontos de luz. Durante as coreografias, a água sobe em jatos de até 54m, iluminados por uma combinação de 50 tons de cores diferentes. Começa pontualmente alguns minutos após anoitecer totalmente, ou seja, cada dia em um horário diferente! Brincadeiras à parte, o show ocorre de quinta a sábado durante o inverno, com início previsto para as 20h, e de quarta a domingo no verão, a partir das 21:30h.

Como podem ver, existem motivos de sobra para explorar este parque com calma. É possível chegar de teleférico a partir da praia de Barceloneta, aproveitando os 10 minutos do trajeto para curtir um visual incrível, a partir de € 12,70. Confira os preços e horários de funcionamento no GetYourGuide. Para se ir de metrô, a estação mais próxima é a Plaça d’Espanya.

Recomendamos as ótimas opções do mirante do shopping Arenas de Barcelona, caso pretenda almoçar ou jantar na região. Instalado em uma antiga arena de touradas, a vista do terraço compensa. É possível entrar pelo shopping ou através de um elevador panorâmico (pago) a partir da calçada.

Gaudí

Impossível falar de Barcelona sem citar Gaudí e suas obras. Mais conhecido arquiteto e expoente máximo do Modernismo catalão; Antoni Gaudí foi responsável por alguns dos mais famosos e visitados pontos turísticos da cidade.

A essência de Barcelona só é descoberta após conhecermos ao menos as principais obras de Antoni Gaudí. Arquiteto por formação e principal nome do Modernismo catalão, dizia que uma obra de arte deve ser “sedutora e universal”. Soube explorar este conceito como poucos e teve 7 de suas obras declaradas Patrimônios Mundiais pela Unesco.

Mesmo quem não se identifica com seu estilo inovador, marcado por cores vivas e formas arredondadas, rende-se à originalidade e ousadia de suas obras. Inspirado pela natureza, retratou em seus projetos o movimento das ondas, troncos de árvores, animais e outras referências naturais. Incluía em suas criações a utilização de vários materiais, entre eles cerâmica, vitrais, madeira e ferro. Entre os mais conhecidos, destacamos:

Templo Expiatório da Sagrada Família

Atração turística mais visitada de Barcelona, atrai multidões em todos os dias e horários. À primeira vista lembra um enorme castelo de areia, mas um olhar mais cuidadoso percebe sua complexidade e os simbolismos cristãos presentes em cada detalhe.

Sua construção foi iniciada em 1882. Gaudí assumiu o projeto poucos meses depois e dedicou-se a ele por mais de 40 anos, os últimos 12 com exclusividade. Uma vez concluída, a Basílica terá três fachadas: a Natividade, finalizada por Gaudí e declarada Patrimônio Mundial pela Unesco; a Paixão, onde localiza-se a entrada para visitantes, e a Glória. Há ainda 18 torres, representando Jesus, Maria, quatro evangelistas e os 12 apóstolos.

A Basílica encontra-se simultaneamente em manutenção e construção, com entrega das últimas torres previstas para 2026. Veja a animação gráfica de como ficará a Sagrada Família após sua conclusão. Dizem que quando questionado sobre quanto tempo levaria a conclusão do projeto, Gaudí respondia que seu cliente não tinha pressa. Para se apaixonar por esta obra incrível antes mesmo de visitá-la, leia o texto completo e sensível do blog Baú de Família, escrito pela querida Dani Goes.

Para visitar o interior da Basílica e suas torres recomendamos a compra antecipada de ingressos no site oficial ou através da Weplann, que oferece a vantagem de pagar em Reais. Os ingressos custam entre €15 e €29, com descontos para idosos e estudantes. O audioguia em português está disponível por €7. Abre diariamente entre 9h e 18h (inverno) ou 20h (verão). Como dica, procure aplicativos gratuitos que ajudam a planejar a visita e substituem o audioguia. Início de manhã e final de tarde são mais tranquilos e é mais fácil chegar de metrô, através da estação Sagrada Família.

Sagrada Família em O que fazer em Barcelona
Sagrada Família
Sagrada Família vista em perspectiva em Barcelona
Sagrada Família
Lateral da Sagrada Família em O que fazer em Barcelona
Lateral da Sagrada Família

Park Güell

Eusebi Güell, influente industrial catalão, foi amigo e mecenas de Gaudí. Rico e arrojado, Güell idealizou e patrocinou em 1900 o projeto de um condomínio fechado de alto padrão, em um ponto alto da cidade, com excelente vista para o centro e o mar. Gaudí fez um projeto visando a integração da arquitetura e do paisagismo inspirado no conto de João e Maria. Conta com duas portarias, caminhos e pontes em pedra e uma praça principal. Felizmente para nós, o empreendimento imobiliário fracassou e apenas 2 casas foram construídas, uma delas do próprio Gaudí. O projeto foi abandonado e vendido à prefeitura de Barcelona em 1918, resultando neste parque aberto ao público e declarado Patrimônio Mundial pela Unesco.

O Park Güell está dividido em duas zonas: a área Monumental restrita a pagantes, e a externa, com acesso gratuito. Na área Monumental encontram-se o pavilhão de entrada, a escadaria e a famosa salamandra, pequeno dragão que tornou-se um dos símbolos da cidade, coberto por trencadís – técnica de mosaico em cerâmica desenvolvida por Gaudí.

O parque abre diariamente entre 8h e 8:30h, fechando às 18:30h (inverno) e 21:30h (verão). Ingressos antecipados com desconto no GetYourGuide a partir de € 10,70. Idosos e crianças entre 7 e 12 anos têm descontos. Também há aplicativos gratuitos para aproveitar ao máximo a visita ao parque.

No mesmo espaço ainda é possível conhecer La Casa Museu Gaudí, estabelecido na residência onde o arquiteto viveu por quase 20 anos. A exposição reúne móveis e peças projetados por Gaudí, além de documentos e objetos pessoais. Ingressos a € 5,50, abrindo ao público das 10h às 18h (inverno) e das 9h às 20h (verão).

Entrada Park Güell em Barcelona
Entrada Park Güell
Estrutura de Pedras no Parc Güell em O que fazer em Barcelona
Estrutura de Pedras no Parc Güell
Vista Parc Güell em Barcelona
Vista Parc Güell

Casa Batlló

Mais uma obra classificada como Patrimônio Mundial pela Unesco, a Casa Batlló é uma residência com mais de 5.000 m2 de área. Pertencia à família do rico industrial Josep Batlló i Casanovas e foi reformada pela equipe de Gaudí entre 1904 e 1906.

O projeto, inspirado na lenda de São Jorge, um dos padroeiros da Catalunha, resultou em uma viagem de formas arredondadas, cores e luzes. A casa teve sua fachada totalmente remodelada e coberta por um mosaico de fragmentos de vidro e cerâmica coloridos. É também conhecida como Casa dos Ossos, pelo formato de crânio de seus balcões.

Está localizada no Paseig de Gràcia, em um quarteirão conhecido por Ilha das Discórdia. O apelido foi conquistado graças a polêmicas e discussões geradas pela disputa de egos dos envolvidos; abrigar três projetos arquitetônicos de visual moderno e exótico lado a lado. As outras construções são a Casa Amatller, projetada por Josep Puig i Cadafalch, e a Casa Lleó-Morera, criação de Lluís Domènech i Montaner.

Apesar de ser um destino popular de turistas, a entrada para conhecer seu interior é bem salgada. Você pode adquirir ingressos para esta e outras atrações em Barcelona pela Weplann, através deste link . Aberto diariamente entre 9h e 21h. Vale ao menos passar na calçada para admirar as exóticas fachadas destes casarões modernistas.

 

Casa Milà

Popularmente conhecido como La Pedrera, esta é outra obra declarada Patrimônio Mundial pela Unesco. O edifício de oito andares tem como principal característica a ausência de paredes retas em toda a sua estrutura. Um dos destaques são as grades de ferro em forma de algas na fachada ondulada. Hoje abriga um Centro Cultural, com espaços para exposições e shows.

 

Las Ramblas

Talvez um dos lugares mais visitado em Barcelona depois da Sagrada Família, une a Praça Cataluña ao mar. Serve de palco para muitas manifestações, seja para comemorar conquistas do time local ou para protestar em algum ato político.

A região fica repleta da gente e comércio diverso, geralmente para pegar turistas. Bancas de Flores, Restaurantes, Bares, Teatros e edifícios históricos cercam área. Ao percorrer, vai encontrar o Mercado Boqueria, com estilo medieval, com bancas de frutas e artigos alimentícios de todo o mundo. Lembra um pouco o Mercadão de São Paulo em variedade e beleza dos ítens. Você os vê e fica imaginando comer.

Não fica distante do Park Güell que mencionamos acima, então você pode combinar os passeios.

 

 

Praias de Barcelona

Dentre as melhores dicas de Barcelona, as belas praias do Mar Mediterrâneo, são muito convidativas. A cor do mar é linda e, quando o céu está aberto, as praias formam um cenário incrível, com vários tons de azul e areias claras. Para nós, brasileiros, há apenas um inconveniente: a temperatura do mar. Em pleno verão, não costuma passar dos 20oC. Não sei quanto a você, mas em função disto nós achamos melhor aproveitar as praias do Brasil, mesmo.

Importante ressaltar que, assim como em outras regiões da Europa, topless é comum e algumas das praias são liberadas a adeptos de nudismo. Na Mar Bella, por exemplo, pessoas de todas as faixas etárias e formas físicas aproveitam o sol como vieram ao mundo. É uma praia de nudismo.

Após o grande trabalho de remodelação urbanística realizado na cidade para as Olimpíadas de 1992, novas praias foram criadas e outras revitalizadas, com limpeza da água e da areia. É super agradável caminhar pelo calçadão e há ótimas opções de bares e restaurantes.

A infraestrutura é excelente: há banheiros públicos, duchas, guarda-volumes, equipamentos esportivos e locação de espreguiçadeiras e guarda-sol disponíveis em quase todas a orla.

 

 

Praias do Centro-sul

A mais conhecida e concorrida entre os jovens turistas é a praia de La Barceloneta, ampla e tradicional da região. Sua localização é central e tem fácil acesso por transporte público, próxima às estações Barceloneta e Ciutadella do metrô. Na mesma região, em direção ao sul, as praias de Sant Sebastià e San Miquel são mais tranquilas e frequentadas por moradores mais maduros.

 

Praia de Barceloneta em o que fazer em Barcelona
Praia de Barceloneta

 

Praias do Norte

Uma praia com característica bem distinta é a Mar Bella. Estávamos hospedados em um hotel a poucos metros e nos surpreendemos ao caminhar em seu calçadão. Oficialmente destinada a naturalistas, atrai adeptos ao nudismo e grupos LGBT. Ao seu lado, a Nova Mar Bella tornou-se um dos principais pontos das famílias locais por ser tranquila e possuir estacionamento gratuito. Há ainda uma excelente estrutura para esportes nesta área, com quadras poliesportivas, pista para skate e mesas de ping pong.

Mar Bella em Barcelona
Mar Bella em Barcelona

Boa parte dos brasileiros passaram a torcer pelo Barça depois da ida do Neymar para os campos catalães e aproveitam a visita para curtir uma partida no Camp Nou. Se mesmo com a saída do craque brasileiro o carinho pelo time permanece, recomendamos comprar seu ingresso com a maior antecedência possível – os ingressos esgotam muito rapidamente.

Parques, praias, museus e todo o complexo olímpico de 1992 em excelente estado de conservação.  Um legado para matar qualquer brasileiro de inveja. Com tantos atrativos, difícil não se apaixonar. Há muito o que fazer em Barcelona. A cidade vai lhe encantar e fazer você querer voltar.

A Weplann oferece uma grande gama de passeios guiados em Barcelona que vão lhe encantar. Veja as opções nesta página.

 

Importantíssimo lembrar que para viajar à U.E. o seguro de viagem – Tratado de Schengen é OBRIGATÓRIO.

 

Então não se esqueça de contratar o Seguro de Viagem   com a SegurosPromo . Ela irá comparar as melhores ofertas das principais seguradoras, com base no seu perfil e lhe apresentar a melhor oferta. Se usar nosso cupom, obterá 5% de desconto, por sermos associados RBBV.

Cupom Seguros Promo Suas Próximas Viagens

Gostou das dicas? Deixe seu e-mail e seja o primeiro a saber das atualizações e novos destinos do Suas Próximas Viagens. INSCREVA-SE AQUI

 

 

Veja aqui nossos outros artigos da Espanha ou vá direto para nosso post de Madri para complementar seu planejamento de viagem.

 

Madri – O Que Fazer

 



Booking.com

PLANEJANDO SUA VIAGEM 

Planeje sua viagem através do Suas Próximas Viagens. Nossos Parceiros são os mais conceituados do mercado, oferecem serviços de qualidade e são referência em suas áreas.

Nós frequentemente usamos estes serviços em nossas viagens e recomendamos. Em muitos artigos, deixamos de mencionar diversas empresas, pois não tivemos boas experiências com elas. Nosso objetivo é ajudar você a planejar suas próximas viagens para que sejam sensacionais!

 
  • HOSPEDAGEM →  Você encontrará as melhores opções através do booking.com 
  • PASSAGEM AÉREA →  Pesquise e Compre Passagens aéreas com a Passagens Promo 
  • ALUGUEL DE CARRO →  Alugue um carro com facilidade e segurança na rentcars.com 
  • SEGURO VIAGEM → Viaje mais tranquilo e com segurança com a Seguros Promo  

7 Comments

  1. Vou em julho para Madri e Barcelona, tenho 12 dias de viagem, tenho o que fazer em 12 dias nessas duas cidades ou da para colocar 3 dias em Lisboa?

    • Claudia,
      Obrigada por visitar o Suas Próximas Viagens!
      Se pretende conhecer apenas o básico de cada uma das três cidades, 12 dias inteiros serão suficientes. Porém, recomendo que leve em consideração alguns pontos importantes, para que não volte com a sensação de não ter conhecido tudo o que gostaria.
      O tempo ideal em cada destino varia muito para cada viajante em função de seus interesses e ritmo. Alguns gostam de museus, outros preferem passeios ao ar livre. Há quem queira explorar a cidade, fazer compras, enquanto outras preferem aproveitar praias.
      Sugiro verificar quais atrações, entre as que sugerimos em cada cidade, você faz questão de conhecer, e estime o tempo para cada uma. Veja também para quais passeios pode adquirir ingressos antecipadamente para fugir de filas e aproveitar melhor seu tempo.
      Além disso, considere que os dias de deslocamento são bem comprometidos. Entre arrumar malas, check-ins e check-outs em hotéis, aeroportos e tempo em trânsito, perde-se muitas horas, quando não o dia todo.
      Planejando com calma e carinho, temos certeza que voltará destes lugares tão encantada quanto nós!
      Aproveite sua viagem e depois nos conte como foi.

      Um grande abraço

  2. Meu nome é Maristela, estou pretendo conhecer Portugal e Barcelona entre 10/5 A 8/6 e quem sabe 2 dias em Roma. Viajarei a principio sozinha, o me indicaria

    • Adriano Bolzani

      Maristela,
      Muito obrigado pelo contato. Muito legal este prazo que vai ter. Será um período quente, que lhe permitirá aproveitar bastante a região. Com todo este tempo, lhe sugeriríamos passar um pouquinho mais de tempo em Roma e talvez até conhecer algum outro ponto na Itália. Toscana ou Costa Amalfitana.
      Em Portugal, em 10 dias vc consegue conhecer o que há de melhor e muito bem. No blog, ressaltamos alguns pontos muito legais, contudo ainda falta a região de Algarve que pretendemos visitar em breve.
      Você menciona apenas Barcelona na Espanha. Neste caso, 5 dias seriam o suficiente para conhecer muito bem a cidade. Desta forma, lhe sobrariam uns 12 dias tranquilos para conhecer a Itália ou esticar até Madrid.
      Um aspecto que você vai precisar avaliar será seu deslocamento. Nós adoramos viajar de carro e ir parando quando e onde entendermos. Você indo sozinha, fica menos agradável esta opção.
      Lhe desejamos uma excelente viagem.

      Abraço

      Sílvia e Adriano

  3. Muito om esse roteiro por Barcelona. Conheci a cidade no verão e acho uma época excelente, embora fique muito cheia! Mas adoro a Europa no verão, com aquele clima de cor alegria nas ruas. Barcelona é uma cidade que inspira nossos sentidos e emoções. Post excelente!

  4. Barcelona é tudo de bom! Uma das melhores coisas que fiz na cidade, foi comer tapas com presunto bebendo uma cava!! Acho a visita a Sagrada Família imperdível!! Roteiro ótimo!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*