Hôtel des Invalides em Pontos Turísticos de Paris

O que fazer em Paris

Uma viagem para Paris sempre faz parte da lista de desejos de quem ainda não a conhece, e a maioria dos que já visitaram a cidade sonha em voltar. Cenário de inúmeros filmes românticos, ensaios fotográficos e pedidos de casamento, Paris é cantada em verso e prosa, respira arte e inspira paixões. Como há muito o que fazer em Paris, optamos por fazer um post mais longo. Desta forma, podemos contar sobre a cidade, suas características, atrações turísticas e até sugerir um roteiro de 5 dias, onde organizamos os principais pontos turísticos de Paris em função da localização e horários para auxiliar no seu planejamento.

Índice

Cultura, moda, arquitetura e gastronomia são pontos de destaque na vida parisiense. A cidade abriga alguns dos melhores museus do mundo e monumentos icônicos. Os excelentes cafés, pâtisseries e restaurantes também são bons motivos para visitá-la.

Paris é relativamente pequena e merece ser explorada sem pressa. Como referência, ocupa menos de 10% da área de São Paulo. Você terá várias alternativas para se deslocar e sugerimos que combine algumas delas: a pé, de bicicleta, metrô, ônibus, barco e até de segway. A principal dica é montar um roteiro que dê a você flexibilidade para parar onde, quando e por quanto tempo quiser, em cada ponto do seu caminho. Nossa sugestão é que passe ao menos 5 dias inteiros em sua primeira viagem a Paris.

A charmosa capital francesa é repleta de História, com ruas arborizadas, praças belíssimas e bem cuidadas. É a morada das diversidades – cultural, social, afetiva e racial. Cortada pelo Rio Sena, foi criada em suas margens, possuindo pontes e ilhas sensacionais. Há também vários mirantes de onde se têm belas vistas panorâmicas. Esteja fisicamente preparado se quiser visitá-los, pois muitos são acessíveis apenas por escadas.



Como ir a Paris

voos diretos a partir de São Paulo e Rio de Janeiro. Há também voos com escalas em todas as capitais da Europa. Dois aeroportos servem a cidade, sendo o Charles de Gaulle maior, a 30km da cidade, e o Orly, mais antigo e central.

Caso já esteja na Europa, terá a opção de ir à Paris de trem, o que pode valer a pena se forem cidades continentais. Tivemos esta experiência a partir de Londres e achamos um pouco frustrante. Mais cara, demorada e sem graça, não encontramos um único motivo que justificasse esta escolha. Os trens são confortáveis, mas como não há o que ver durante a longa travessia do Canal da Mancha, sugerimos que vá de avião mesmo. A viagem de trem leva 2:30h, enquanto a de avião apenas metade deste tempo.


Quando ir

Há programas para todas as estações, mas deverá levar em conta algumas informações importantes para definir a época da sua viagem para Paris. Dependendo dos seus interesses e do estilo de viagem que pretende fazer, haverá meses mais ou menos adequados. A principal consideração deverá ser quanto às temperaturas, então recomendamos ver abaixo detalhes quanto ao clima na cidade.

Outra questão importante são os grandes eventos e exposições sediados em Paris durante o ano todo. Dependendo do porte, pode elevar consideravelmente o valor das diárias e prejudicar seu planejamento em algumas atrações. Como exemplos, entre março e abril a cidade celebra a primavera com feiras, concertos e espetáculos ao ar livre, em maio e junho acontecem os festivais gastronômicos e outubro é destinado a eventos de arte e culturais.

As Semanas de Moda, que acontecem semestralmente para divulgar as coleções de primavera/verão e outono/inverno, também trazem muitos visitantes à cidade. Como todas as grandes grifes estão em Paris, atraem centenas de fashionistas, celebridades e imprensa. Ocorrem em janeiro e junho para alta-costura, e março e outubro para prêt-à-porter.

Para planejar sua visita com mais segurança e até verificar a possibilidade de incluir algum show ou evento em sua programação, acesse o site do Escritório do Turismo e dos Congressos de Paris  e conheça o calendário oficial de shows e eventos na cidade.


Clima em Paris

Você encontrará em outros sites sobre viagens principalmente o lado positivo da cidade. Fotos maravilhosas, com céu azul e o sol ressaltando o dourado das esculturas por todos os lugares. Porém, esteja preparado para uma realidade diferente: chove muito, sempre. Em média, são mais de 150 os dias de chuva por ano. Entre novembro e abril chove mais da metade dos dias, com pouca intensidade, e de abril a junho encontrará as chuvas mais fortes.

Na maior parte das vezes é fraca, fina e constante. Portanto, se está planejando sua primeira visita, prepare seu espírito e baixe um pouco a expectativa. Em qualquer época do ano, inclua guarda-chuva e um bom agasalho impermeável na bagagem.

Verão é altíssima temporada, com temperaturas agradáveis, oscilando entre 17oC e 25oC. Porém, deve encontrar muitos turistas e enfrentar filas nesta época do ano. O inverno pode ser rigoroso, com mínimas de 3oC e máximas de 7oC, mas com neve e ventos que farão a sensação térmica ser muito abaixo disto. Os lugares fechados estão bem preparados e, se você gosta de frio, pode aproveitar bastante a beleza de Paris sob a neve. Leve agasalhos pesados, luvas e gorros.

Pessoalmente, preferimos visitar a cidade na primavera e outono, quando há menos turistas, os parques estão coloridos pelas flores ou folhas e as temperaturas são amenas, na teoria. Na prática, já pegamos muito frio (e até neve) em maio e outubro – então, esteja preparado para estas eventualidades.


Temperatura média em Paris

Fonte Climate-Data.org

Viaje com segurança

Viajar com um seguro viagem é imprescindível, tanto em viagens nacionais quanto internacionais. Alguns imprevistos não mandam sinais (como crise de cálculo renal ou apendicite) ou até um escorregão em uma escadaria. Todos estamos sujeitos a isto.

Você pode contratar um seguro viagem nacional a partir de R$3,90/dia ou um seguro viagem internacional a partir de R$9,00/dia. São valores que não impactarão seu planejamento, mas permitirão que você viaje tranquilo.

Simule agora quanto irá custar seu Seguro Viagem e se surpreenda, pois sua segurança não irá pesar no orçamento.

Importantíssimo lembrar que, para viajar aos países da União Europeia, o seguro de viagem requerido pelo Tratado de Schengen é OBRIGATÓRIO. Então não se esqueça de contratar o Seguro Viagem   com a Seguros Promo. Usando nosso cupom, você obtém 5% de desconto e mais 5% se pagar através de boleto bancário.


Cupom Seguros Promo Suas Próximas Viagens

O que fazer em Paris

Há tanto o que fazer em Paris, independente do seu tipo de interesse e do clima, que o difícil será priorizar as atrações. Amantes de arte se deliciam nas dezenas de bons museus e a arquitetura da cidade é única. Alguns priorizam o lado gastronômico, outros compras e moda, enquanto casais enamorados apenas aproveitam o belo cenário e a companhia. Também há praças com paisagismo perfeito e vida noturna animada para todos os públicos.

Sugerimos que você explore a cidade a pé, sempre que possível. Como diriam os parisienses, o melhor é descoberto enquanto estiver flanando por suas ruas, ou caminhando com calma. Apesar de relativamente pequena, para ver todos os pontos turísticos de Paris será preciso montar um roteiro por dia e região. Você encontrará abaixo informações detalhadas sobre cada atração e, se preferir, preparamos um roteiro de 5 dias na cidade que resumimos ao final deste post.


Leitura Complementar


Pontos Turísticos de Paris

Torre Eiffel – La Tour Eiffel

Um dos principais pontos turísticos de Paris e do mundo, a Torre Eiffel já foi visitada por mais de 250 milhões de pessoas. Assim como outros cartões postais do mundo, foi idealizada como atração temporária para a World’s Fair, ou Exposição Mundial, de 1889. Coincidiu também com a comemoração de 100 anos da Revolução Francesa. De influência art-nouveau, os 320m de altura da torre a tornaram a construção mais alta do mundo por mais de 40 anos.

Localizada no belo gramado do Champs de Mars, ou Campo de Marte, serve como cenário para inúmeros ensaios fotográficos e piqueniques em dias de sol. A Torre Eiffel parece onipresente, nos surpreendendo em vários passeios pela cidade. Para vê-la pela primeira vez, recomendamos chegar através da estação de metrô Trocadéro ou pela Pont Neuf. O impacto é grande, principalmente para quem sonhou por muito tempo em ver a atração ao vivo e a cores.

Gostou das dicas? Deixe seu e-mail e seja o primeiro a saber das atualizações e novos destinos do Suas Próximas Viagens. INSCREVA-SE AQUI

Torre Eiffel à noite o que fazer em Paris
Torre Eiffel à noite

Torre Eiffel – Mudanças ao Longo do Tempo

Difícil imaginar atualmente, mas o maior ícone da França quase foi demolido. Construído no tempo recorde de 2 anos, o projeto de Gustave Eiffel quase foi transformado em sucata em 1909, ao final da concessão. Foi preservado apenas por seu potencial como antena retransmissora para rádio. Entre os parisienses da época, muitos achavam a construção horrível e militavam para que fosse desmanchada.

Outro projeto pontual que tornou-se definitivo foi a iluminação noturna da Torre. Idealizado para celebrar a virada do milênio, com 20.000 luzes instaladas por toda a estrutura, é um espetáculo aguardado diariamente por milhares de visitantes. São 5 minutos de show a cada hora cheia, do anoitecer até 1h.

Como parte dos preparativos da cidade para sediar os Jogos Olímpicos de 2024, foi iniciado um investimento que chegará a €300 milhões para a melhoria da segurança e experiência dos visitantes na torre. O ponto inicial foi a instalação de uma barreira de vidro blindado de 2,5m de altura e vegetação densa delimitando a área em sua volta. Ainda é possível acessar a base gratuitamente, mas apenas após passar pela rígida segurança do local.


Visitando a Torre Eiffel

O acesso a seus 3 andares é possível através de elevadores, mas visitantes com bom condicionamento e coragem podem optar por subir ao topo através de 1.665 degraus, ou 704 entre os dois últimos andares. Há opções de bares e restaurantes ao longo da estrutura, mas pela localização privilegiada, dá para imaginar que haverá um adicional na conta, não é?

A Dama de Ferro, como também é conhecida, é o monumento pago mais visitado do mundo, recebendo mais de 7 milhões de pessoas todos os anos. Como o acesso é restrito, a melhor forma de garantir uma boa experiência é comprar seus ingressos com antecedência mínima de 2 meses. Isto é importante principalmente se quiser subir ao 3o andar, onde as vistas da cidade são incríveis.

Adquira seus Ingressos

Nossa recomendação é marcar para o final da tarde, ao menos 1h antes do entardecer. Assim, conseguirá ver a cidade do alto ainda durante o dia, aproveitando o melhor horário para fotos. Como bônus, verá os principais monumentos sendo iluminados e o espetáculo noturno da própria torre.

Aberta diariamente, o horário oscila de acordo com a época do ano. Normalmente, entre 9h e 00:45h durante o verão, abrindo meia hora mais tarde e fechando 1h mais cedo nos demais meses do ano. O valor do ingresso depende do tipo de acesso (elevador ou escadas) e o acesso permitido  (2o ou 3o andar). Ingressos entre €10 (escadas) e €25 (elevadores, até 3o andar), com descontos para crianças.


Muro pela Paz – Mur pour la Paix

Ao visitar a Torre, aproveite para caminhar pelo Campo de Marte e visitar outro monumento polêmico de Paris. O Mur pour la Paix, ou Muro pela Paz, foi criado como temporário para marcar a virada do milênio. Inspirado no Muro das Lamentações de Jerusalém, traz a palavra PAZ em 49 idiomas em sua estrutura de vidro. A escolha da localização também foi simbólica, pois durante muito tempo o campo serviu como lugar de treinamento de soldados.

Entretanto, se a intenção era estimular a paz, o resultado foi o inverso entre os parisienses. Seja por questões ideológicas ou estéticas, a obra tem sido alvo de grandes disputas judiciais. Enquanto muitos defenderam sua manutenção, vários grupos pediram para que fosse desmontada. A prefeitura e associações de preservação da cidade também são contrários à continuidade da obra, alegando ter comprometido a visão da Torre Eiffel a partir da Escola Militar.

Em função disto, tanto turistas quanto grupos racistas têm quebrado as placas de vidro e pichado o monumento. A obra tem sido vandalizada e restaurada com frequência.

Muro da Paz em O Que Fazer em Paris
Muro da Paz

Hôtel des Invalides e Musée de l’Armée

Os domos dourados da Église du Dôme são lindos por todos os ângulos. De influência barroca, guarda os restos mortais de Napoleão, maior herói francês. Les Invalides era um complexo hospitalar criado para atender a militares feridos em batalhas. Imenso, chegou a atender a mais de 6.000 combatentes atingidos em campo. Além da arquitetura sensacional do prédio do museu, você vai se surpreender com os acervos da Primeira e da Segunda Guerra. A entrada principal ostenta canhões, um belo jardim e o prédio ao fundo, com a estátua de Napoleão em destaque ao centro na fachada.

Também é muito recomendado que compre o ingresso com antecedência, especialmente durante a alta temporada. Assim há grande chance de conseguir para a data que deseja.

Adquira seus Ingressos

Arco do Triunfo – Arc de Triomphe

Com 50m de altura e quase o mesmo de largura, o belo Arco do Triunfo foi idealizado por Napoleão para celebrar suas conquistas militares. Inspirado pelo Arco de Constantino, de Roma, ficou pronto apenas em 1836, anos após a morte do Imperador. Em suas fachadas de pedras estão esculpidas informações sobre as vitórias e nomes de generais do seu exército.

O círculo em volta do arco é conhecido como L’Étoile, ou a estrela, em referência às 12 vias que terminam na Place Charles de Gaulle. Como você pode imaginar, o trânsito nesta área da cidade é caótico e acidentes são muito comuns. Há uma passagem subterrânea a partir da Champs-Elysées, então nem pense em atravessar a pé. A vista do alto do monumento é muito bonita, mas é preciso encarar a subida de 350 degraus para desfrutá-la. Em seu interior ainda é possível ver um pequeno museu com informações sobre a sua construção e curiosidades sobre a História francesa.


Arc de Triumph em melhores dicas de Paris
Arc de Triumph

Avenue des Champs-Elysées

A famosa avenida é motivo de orgulho dos parisienses. Suas 10 pistas são normalmente utilizadas para celebrações nacionais, como vitórias esportivas e Ano Novo. Algumas das melhores lojas, hotéis e restaurantes da cidade ostentam seu nome no endereço. Em um extremo está o Arco do Triunfo, no outro a Roda Gigante de Paris, a Grande Roue de Paris.


Grand e Petit Palais

No sul da Champs-Elysées, os belos espaços foram inaugurados em 1900 para a Exposição Universal. Foram totalmente restaurados em 2005 e hoje em dia são utilizados para mostras de arte. O Grand Palais e sua cúpula de vidro atraem a atenção de quem passa pela bela Pont Alexander III. Difícil imaginar que um local tão bonito tenha servido como garagem de tanques nazistas durante a Segunda Guerra.


Catedral Notre-Dame de Paris

Marco Zero de Paris, esta obra-prima da arquitetura gótica foi construída entre 1163 e 1334. Palco de momentos marcantes da História francesa, presenciou a coroação de Napoleão e a beatificação de Joana d’Arc.

Infelizmente, não é possível visitar a Catedral Notre-Dame atualmente devido ao grande incêndio que a destruiu em abril de 2019. Entre suas obras mais admiráveis estavam esculturas do Julgamento Final, os belíssimas vitrais e a Pietà em mármore no altar. A catedral era muito mais visitada que a própria Torre Eiffel.

A vista panorâmica do alto das torres permitia visualizar quase todos os monumentos da cidade. Para subir, era necessário estar preparado para enfrentar seus mais de 400 degraus. Normalmente havia filas e limitavam a quantidade de pessoas por período. O famoso corcunda do romance de Victor Hugo atraiu a atenção para a Catedral e inspirava visitantes.

Apesar dos esforços para reconstrução, ainda não há data prevista para reabertura da Catedral.

Catedral Notre Dame em o que fazer em Paris
Catedral Notre Dame

Sainte-Chapelle

A bela Sainte-Chapelle é considerada por muitos como a igreja mais bonita do mundo. Sua arquitetura em estilo gótico não é tão atraente quanto o seu interior, repleta de maravilhosos vitrais na capela superior. Especialmente em dias de sol, as mais de 1.100 imagens retratando passagens bíblicas seduzem os visitantes. Também atrai a atenção o teto colorido na capela inferior, em azul, vermelho e dourado.

A capela está localizada ao lado do belo Palácio de Justiça da cidade, que serviu como moradia para a realeza francesa até 1417. Foi construída na Idade Média para servir como morada para uma preciosa joia: a suposta coroa de espinhos de Jesus Cristo. Hoje em dia, a Sainte-Chapelle é considerada monumento histórico e cobra €10 de ingresso. A boa notícia é que também está inclusa no Museum Pass.


Montmartre

Montmartre, o ponto mais alto da cidade, está localizado na região norte de Paris. Bairro boêmio desde o final do séc. XIX, foi reduto de mestres como Renoir e Toulouse-Lautrec, depois Picasso e Modigliani, que bem retrataram seus cafés e cabarés. Até hoje, suas ruas estreitas concentram muitos bares e restaurantes charmosos, com mesas nas calçadas.


Basílica de Sacré-Coeur

O enorme templo em estilo romano-bizantino foi idealizado em 1870, após a derrota francesa para os prussianos. Inaugurada em 1919, tem interior rebuscado e mosaicos neobizantinos. Construída em travertino branco, lembra um grande bolo de casamento. Suas escadarias estão sempre lotadas de turistas, artistas de rua e vendedores. Uma opção interessante é subir pelo funicular.

Igreja de Sacre Coeur em Roteiro de 5 dias em Paris
Igreja de Sacre Coeur

Opéra de Paris / Palais Garnier

A Opéra de Paris é uma casa de espetáculos com toda a pompa e circunstância comuns à alta sociedade francesa do final do séc. XVII. A companhia de ópera foi fundada em 1669, mas totalmente reformada para a reinauguração de 1875. Com acomodações confortáveis para até 2000 pessoas, mantém apresentações regulares de ópera e balé concorridas até hoje. Merece ser visitada com calma, observando os ricos detalhes da arquitetura e decoração.

A visita guiada é sensacional e oferece informações e curiosidades do icônico local .É muito recomendado que compre o ingresso com antecedência, pois há grande chance de o conseguir na data que deseja se for em alta temporada.

Adquira seus Ingressos
Ópera Garnier em Melhores Dicas de Paris
Ópera Garnier

Galeries Lafayette

Próxima à Ópera Garnier, a Galeries Lafayette é uma grande loja de departamentos de produtos de luxo, com artigos para homens, mulheres e crianças, além de acessórios para casa e gourmet. Há também estandes das marcas mais tradicionais de perfumes e cosméticos. Os produtos são de excelente qualidade, mas bem caros. Mesmo que não tenha intenção de comprar algo, vá para admirar o edifício e sua impressionante cúpula. Aproveite para subir ao café do terraço, no último andar, para contemplar uma bela vista da cidade.

Galerie Lafayette Cúpula em Dicas de Paris
Cúpula da Galeries Lafayette

Place de la Concorde

Maior praça de Paris, a Place de la Concorde fica na extremidade da Champs-Elysées oposta ao Arco do Triunfo, proporcionando uma vista espetacular do Louvre e do próprio arco. A praça, palco da decapitação da realeza durante a Revolução Francesa, abriga atualmente o obelisco de Luxor e belas fontes. É comum servir como cenário para muitas manifestações populares.


Torre Montparnasse

Único arranha-céu do centro da cidade, a construção da Torre Montparnasse foi cercada de críticas e polêmicas. A grande maioria dos parisienses até hoje torce o nariz para a construção. Mas turistas como você e eu podemos nos deliciar com uma das vistas panorâmicas mais bonitas da cidade, no último andar do prédio. Assim como na Torre Eiffel, nossa sugestão é ir no final da tarde, tendo a oportunidade de ver a cidade ainda com a luminosidade do sol e, na sequência, a bela iluminação dos monumentos e pontes. Recomendamos que compre o ingresso com antecedência, pois assim haverá uma grande chance de conseguir na data desejada, especialmente em alta temporada.

Adquira seus Ingressos
Importantíssimo lembrar que, para viajar aos países da União Europeia, o seguro de viagem requerido pelo Tratado de Schengen é OBRIGATÓRIO. Então não se esqueça de contratar o Seguro Viagem   com a Seguros Promo. Usando nosso cupom, você obtém 5% de desconto e pode conseguir 5% adicionais se pagar através de boleto bancário.

Você sabia que um seguro de viagem internacional pode ser tão barato quanto R$9,00/dia? Veja a diferença entre um Seguro de Viagem e Assistência de Viagem neste artigo. Nós explicamos tudo para que você viaje mais seguro.

Cupom Seguros Promo Suas Próximas Viagens

Pontes de Paris

O Sena é uma atração por si só. A cidade cresceu em seu entorno, transformando o rio em linha divisória e uma excelente via de transporte. Como mencionamos, um passeio de barco é imperdível e revela cenários únicos, passando pelos principais pontos turísticos de Paris. Prova disto é que 12 km de suas margens são parte do Patrimônio Histórico da Unesco. As 37 pontes que o cruzam têm estilos diversos e a maioria merece uma visita.

A Pont Neuf, ou Ponte Nova, foi construída em 1607 e está entre as mais antigas. Seus arcos formam um belo cenário a partir da Pont des Arts, a primeira exclusiva para pedestres e mais romântica. Esta ponte era utilizada por casais enamorados para prender cadeados com suas iniciais. Foram retirados milhares deles há alguns anos em função do peso, que comprometeu a estrutura da ponte.

A Pont Alexander III é a mais famosa e uma das mais bonitas. Seus lampiões e esculturas em dourado estão entre os cartões postais da cidade, com uma bela vista da Torre Eiffel. Outra referência é a Pont de l’Alma, onde fica a estátua do soldado Zouave.



Museus de Paris

A cidade abriga alguns dos museus mais completos e interessantes do mundo. São mais de 60 no total, sobre os mais diversos assuntos. Para visitar apenas os de arte mais conhecidos, já terá provavelmente mais opções que dias na cidade. Ainda que você não seja um grande fã de museus, recomendamos que inclua ao menos os mais importantes em sua lista sobre o que fazer em Paris. Garantimos que não se arrependerá.

A enorme quantidade de museus está ligada à História do país. A realeza da França era muito ligada à arte e, após a Revolução, os acervos pessoais passaram a pertencer ao Estado. Alguns são muito concorridos, especialmente na alta temporada e nos dias chuvosos. Como dica, tente visitá-los durante a semana e chegue cedo, quando o movimento é menor.

Para evitar filas, compre seus ingressos com antecedência. Escolha os que visitará, faça suas contas e veja qual alternativa trará mais benefícios dentro do seu roteiro.

Recomendamos considerar o Paris Pass que inclui várias atrações da cidade, transporte público e descontos em passeios e degustações. Já o Paris Museum Pass Carte Musées et Monuments inclui mais de 60 dos principais museus e monumentos em Paris e região. Ingressos ao Louvre, Versalhes, Arco do Triunfo, Centre Pompidou e muitos outros fazem parte do passe.

Adquira seus Ingressos

Museu do Louvre

Sem dúvida, o Louvre é o museu mais famoso do mundo e abriga uma das maiores coleções de arte. Instalado em um grande palácio, suas instalações mesclam diversos estilos arquitetônicos, do medieval ao moderno.

Amantes de arte normalmente dedicam dois dias inteiros para percorrer seus 19km de corredores, conhecendo algumas das 300.000 obras permanentes. Na primeira visita, sugerimos que liste as alas ou obras você faz questão de ver e trace um bom roteiro para não perder o básico, de acordo com seus interesses e disponibilidade de tempo.

Em uma tentativa de reduzir a grande quantidade de turistas na frente do Museu, sua administração adotou, a partir de agosto de 2019, a obrigatoriedade da compra antecipada de ingressos com marcação de horário. Além disto, algumas exposições eventuais concorridas, como a de Leonardo da Vinci, têm custo adicional. Não é mais possível adquirir o ingresso para acesso imediato nas bilheterias do Louvre.

Ainda do lado de fora, na praça central, fica o belo Carrousel du Louvre, segundo arco mais famoso da cidade. A polêmica pirâmide de vidro fica logo em frente. Muitos opositores foram contrários a sua instalação, justificando que o monumento seria contemporâneo demais e não estaria em harmonia com o tradicional palácio. Inaugurada em 1988, possui uma estrutura em metal com placas de vidro, medindo 26m de altura.

Veja esta opção de entrada especial sem filas para o Museu do Louvre, em Paris. Você terá mais tempo para conferir as obras-primas de um dos maiores museus do mundo.

Adquira seus Ingressos

O que ver no Museu do Louvre

A partir da entrada principal, você terá acesso às três alas do Louvre: Denon, Sully e Richelieu. Entre as áreas mais concorridas estão as de Arte Antiga, com tesouros egípcios, gregos e romanos, na Ala Sully. Você encontrará esculturas incríveis, algumas com milhares de anos. Bons exemplos são a Grande Esfinge de Tanis, com 5m de comprimento e mais de 4000 anos, e a belíssima Vênus de Milo, com mais de 2.000 anos.

Outro ponto imperdível é a Ala Denon, que reúne Arte Europeia, com esculturas e pinturas maravilhosas. No primeiro andar, verá a obra de arte mais famosa do mundo: a Mona Lisa, de Leonardo da Vinci. Menor que esperado e com muitos turistas em volta, normalmente decepciona um pouco. Ao visitá-la, aproveite para admirar à sua frente o belo quadro “Bodas de Canaã”, uma das maiores obras expostas, com 6,6m x 9,9m. Outro quadro que merece ser observado é a Coroação de Napoleão, riquíssimo em detalhes e com 10m x 6m. No primeiro andar, não perca A Liberdade guiando o Povo, pintura de Delacroix representando a Revolução Francesa.

Inclua em seu roteiro as esculturas italianas na Ala Denon, onde encontrará algumas obras de Michelangelo. Outra obra sensacional é A Vitória de Samotrácia, escultura grega representada por uma mulher alada, em destaque no alto da grande escadaria. Com mais de 3m de altura, esculpida em mármore aproximadamente 200aC, foi encontrada partida em mais de 118 pedaços. Em destaque na escada do 1o. andar.

Se você quiser mais detalhes sobre as principais obras do Louvre, veja o relato bem completo da Isadora, do World by Isa. Aberto diariamente das 9h às 18h, com exceção das terças-feiras. Visitas noturnas às quartas e sextas. Mais informações no site oficial do Museu do Louvre.

Gostou das dicas? Deixe seu e-mail e seja o primeiro a saber das atualizações e novos destinos do Suas Próximas Viagens. INSCREVA-SE AQUI


Museu Rodin

Um dos nossos preferidos, o Museu Rodin tem uma configuração diferente dos tradicionais. As esculturas mais importantes do acervo, de um total de mais de 300, ficam expostas no maravilhoso jardim, maior área verde privativa da cidade. Vale a pena admirar obras como O Pensador, a Porta do Inferno e O Beijo.

Conhecido como Hotel Biron, suas instalações centenárias foram totalmente restauradas e reabertas ao público em 2015. Se o tempo ajudar, passeie com calma entre o acervo e aproveite para fotografar a bela cúpula dourada do Invalides a partir do jardim. Aberto de terça a domingo, das 10h às 17:45h. Mais informações no site oficial do Museu Rodin.



Museu d’ Orsay

Já na entrada, esculturas de animais em bronze do séc. XIX dão as boas vindas aos visitantes do Museu d’Orsay. O prédio da antiga estação ferroviária encanta à primeira vista pela arquitetura barroca, outro projeto sensacional idealizado para a Exposição Universal de 1900.

O hall central tem pé direito de 32m, proporcionando espaços amplos e iluminação natural. É onde estão expostas as mais belas esculturas do acervo. O museu é relativamente pequeno e convida a explorar suas várias salas, descobrindo aos poucos o acervo de mais de 5.000 peças.

A curiosa disposição das obras segue uma organização cronológica, culminando com as obras de impressionistas como Renoir, Monet, Degas e Van Gogh, expostas na galeria do andar superior. Merecem destaque os enormes relógios, nas fachadas e nas janelas. Também vale ir ao terraço no fundo do hall principal para observar a estrutura metálica do teto. Em nossa opinião, é sensacional e imperdível. Aberto de terça a domingo, das 9:30h às 18h.

Adquira seus Ingressos


Passeios alternativos em Paris

Passeio de barco pelo Rio Sena

Esta é mais uma das experiências imperdíveis na cidade. Você terá uma visão diferente de alguns dos principais pontos turísticos de Paris a bordo de um confortável barco envidraçado. Se o tempo colaborar, poderá fazer parte do trajeto ao ar livre e tirar belas fotos. O embarque é normalmente no cais entre o 7o e o 8o arrondissements, aos pés da Torre Eiffel. São diversas opções de empresas, tipos de passeio e duração.

O passeio inicia pela margem esquerda, passando pelas ilhas e Notre-Dame, e retorna pela direita, quando passa próximo ao Louvre. Recomendamos que seja feito no final da tarde, por proporcionar o início ainda durante o dia e a volta com prédios, pontes e monumentos iluminados. Mas o cenário é incrível, a qualquer hora do dia ou da noite. A narração dos pontos turísticos por onde o barco passa, disponível em vários idiomas, é uma deliciosa aula de história sobre a França.

Imagem do barco no Sena em Pontos Turísticos de Paris
Passeio no Sena _ Imagem Pixabay

Há a opção de jantar a bordo, uma experiência interessante e romântica, mas com comida apenas razoável. Para quem prefere ser mais racional, cabe observar que o valor cobrado renderia um jantar em um restaurante muito melhor. Fizemos o tour com a Bâteaux Parisiens e recomendamos, pois os barcos são confortáveis e o serviço muito bom. Passeios guiados a partir de €17, cruzeiros com almoço ou jantar a partir de €59 e €69, respectivamente.

Adquira seus Ingressos

Passeio de Segway por Paris

Algumas pessoas gostam de explorar a cidade de bicicleta, também uma opção interessante. Nós optamos por fazer um tour guiado de segway e adoramos! Foram momentos muito especiais, com diversão em dobro e uma aula de história fantástica. Ao contrário do que possa parecer, é bem fácil se equilibrar e deslocar com o equipamento. Esta experiência encabeçaria nossa lista com o que fazer em Paris, em especial se estiver com adolescentes. Crianças acima de 12 anos e pessoas de idade conseguem acompanhar, sem dificuldade alguma.

Fizemos o passeio com a empresa Fat Tire Bike Tours, que recomendamos bastante. Equipamentos novos, bom atendimento e um guia sensacional nos acompanhou por toda a cidade. O pequeno city tour durou aproximadamente 2h. Pelos principais pontos turísticos de Paris. Torre Eiffel, École Militaire, Les Invalides, Ponte Alexander III, Grand et Petit Palais, entre outros. A cada parada o guia passava ao grupo informações sobre a história do local e curiosidades, em inglês.

Os grupos têm máximo de 8 pessoas e o guia ainda será seu fotógrafo sempre que precisar. A partir de €50, com desconto caso opte por contratar o Paris Pass.

Adquira seus Ingressos
Passeio de Segway em O que fazer em Paris

Roteiro de 5 dias em Paris


Como chove muito na cidade, montamos este roteiro distribuindo suas atrações pela distância e alternando locais cobertos e ao ar livre. Assim, poderá adequar seu planejamento de acordo com a previsão de tempo em Paris.

  • Dia 1
    • Manhã: Torre Eiffle, Hotel Le Invalides e Museu do Exército
    • Tarde: Museu Rodin
  • Dia 2
    • Manhã: Arco do Triunfo, Champs Elysée, Grand e Petit Palais
    • Tarde: Roda Gigante, Place de la Concorde e Jardin Tuileries
  • Dia 3
    • Manhã: Ile de la Cité, Restos da Notre-Dame e Sainte Chapelle
    • Tarde: Museu d’Orsay e Passeio de Barco pelo Sena
  • Dia 4
    • Manhã: Museu do Louvre, Arc du Carrousel e Pirâmide
    • Tarde – Torre Montaparnasse
  • Dia 5
    • Manhã: Montmartre, Sacre-Couer e Galeries Lafayette
    • Tarde: Ópera Garnier e Torre Eiffel

Se você achou que tem muita coisa para conhecer na cidade, veja a sugestão detalhada do roteiro de 5 dias em Paris que preparamos para você.


Como se deslocar

Paris é dividida administrativamente em 20 arrondissements, cada qual composto de quatro bairros administrativos. O início é no centro da cidade e a sequência segue uma espiral em sentido horário. Os bairros possuem características distintas e marcantes. Outra referência importante na cidade é o Rio Sena, que a divide entre Rive Gauche (margem esquerda) e Rive Droite (margem direita). Algumas vezes esta será a referência para encontrar algum ponto turístico, especialmente se fizer o passeio de barco.

1o. Louvre2o. Bourse3o. Temple4o. I’Hotel de Ville
5o. Panthéon6o. Luxembourg7o. Palais Bourbon8o. I’Elysée
9o. I’Opéra10o. I’Entrepôt11o. Popincourt12o. Reuilly
13o. Gobelins14o. I’Observatoire15o. Vaugirard16o. Passy
17o. Batignolles-Monceaux18o. Butte-Montmartre19o. Buttes_Chaumont20o. Ménilmontant

Neste mapa de Paris você pode ver onde ficam os 20 arrondissements, as atrações principais e os hotéis que recomendamos.


Metrô / Metropolitain / “M”

A rede de metrô de Paris é bem antiga e complexa, mas extremamente eficiente. Inaugurado no início do século 20, possui 16 linhas e 303 estações espalhadas por toda a grande Paris. Há uma estação a aproximadamente cada 500m, possibilitando várias opções de trajeto. A estrutura e a maioria dos trens são antigos, sujos e mal conservados, e ainda assim vale a pena utilizar este tipo de transporte. Em algumas estações encontramos moradores de rua dormindo em sacos, causando uma incômoda sensação de insegurança, principalmente à noite.

O bilhete unitário custa $1,90 euros e permite baldeações, desde que não saia das estações. Um carnê para 10 passagens custa $ 14,90 euros. Uma ótima economia.

No mapa acima, você identifica as estações por um pequeno “M” em azul quando aplica o zoom no mesmo ( sinal de “+”).

O horário de operação é das 5:30h até 1:00h nos dias de semana e 2:15h aos finais de semana.


Imagem da estação de metrô em o que fazer em Paris. Foto Pixabay
Estração do Metrô _ Imagem Pixabay

RER ou Trem de Alta Velocidade

O sistema de trem é o mais indicado para visitar as cidades próximas a Paris ou os aeroportos. São 5 linhas identificadas de A a E, cobrindo 600km de extensão e 250 estações. Quando for visitar Versalhes ou Disneyland Paris, este será seu meio de transporte ideal.

O valor do tícket vai depender da distância percorrida. O horário de funcionamento também varia de acordo com o destino e datas, mas a princípio é próximo do horário do metrô.

Estação de Trem _ Imagem Pixabay

Ônibus urbano

Esta é uma ótima alternativa para se conhecer Paris se não estiver com pressa. Caso contrário, o Metrô será mais eficiente. O trânsito na cidade é pesado e é comum ficar parado, apenas apreciando a paisagem.

O ticket com o motorista custa $2,00 euros, contudo o bilhete do metrô também é aceito. Desta forma, pode usar o carnê sugerido acima também para este tipo de transporte.

Há 60 linhas que funcionam durante o dia e 40 que funcionam à noite. Estas últimas são identificadas com um “N” na fachada do veículo. Em geral, as linhas diurnas funcionam das 7:00h às 0:30h, enquanto as noturnas funcionam das 0:30h às 7:00h.

O intervalo entre os ônibus variam pelo tipo da linha e o dia da semana. É recomendável consultar o site oficial de transporte público de Paris para se planejar melhor. Eles têm uma página em português para facilitar a nossa vida.


Ônibus turístico

O Hop-on Hop-off (Les Cars Rouges) oferece itinerários bem estruturados, passando pelos principais pontos turísticos da cidade. O famoso ônibus vermelho de dois andares funciona para um passeio entre as principais atrações, quando você estiver cansado demais para caminhar ou para abrigar-se das constantes chuvas na cidade.

Desfrute de três circuitos diferentes, com 34 paradas nas principais atrações e pontos turísticos da cidade. Ingressos para 1, 2 e 3 dias a partir de 34,00 Euros.

Adquira seus Ingressos

Batobus

Uma alternativa interessante é fazer o passeio pelos batobus. Estes barcos fazem parte do sistema de transporte público de Paris e param em vários pontos turísticos, ao longo de ambas as margens do Sena. Incluso no Paris Pass, o tíquete é válido pelo dia todo e permite trajetos ilimitados durante este período. A passagem individual custa €16 para 1 dia ou €19 para 2 dias consecutivos, com descontos para crianças. Em operação diariamente a partir das 10h até o anoitecer, o que ocorre entre 17h e 21h, dependendo da época do ano.


Uber em Paris

Uber funcionou muito bem e foi econômico nas poucas vezes em que precisamos usá-lo. Se possível, evite taxis, pois os motoristas não costumam ser amistosos com turistas e há a possibilidade de pagar bem mais pelo trajeto que com uber. Os próprios parisienses fazem esta recomendação.


Como economizar com Paris City Pass

Um forma econômica de passear na cidade é adquirindo o Paris City Pass. Este passe garante acesso às melhores atrações parisienses, às atividades mais importantes e transportes da cidade.

Inclui entrada em 60 museus e atrações de Paris, como o Louvre, o Palácio de Versalhes, um passeio de barco no Sena e muito mais. Em muitas das atrações, você desfrutará de acesso prioritário e não precisará perder tempo nas filas.

Transportes públicos como metrô, ônibus e trens nas zonas 1-3 durante a validade do passe. O Paris City Pass pode ser adquirido para 2 a 6 dias e começa funcionar a partir da primeira atividade.

Inclui

  • Acesso a 60 museus, exposições e atrações de Paris (visite tudo o que desejar com a frequência que quiser)•
  • Transporte público como ônibus, metrôs, bondes e trens dentro das zonas 1-3 da rede de transporte de Paris, assim como no teleférico de Montmartre•
  • Passeio no rio Sena em um moderno barco que oferece vistas panorâmicas, partindo diretamente da Torre Eiffel•
  • Descontos adicionais em atrações, restaurantes e lojas. Como exemplo, no Lido de Paris, Circuito Turístico do ônibus Hop-On Hop-Off, Museu de Cera, excursão em Montparnasse, descontos em compras na Galleries Lafayette e muito mais•
Adquira Paris City Pass

Onde ficar em Paris

Paris é uma cidade cara, principalmente se considerarmos a diferença entre o Real e o Euro. Tendo isto em mente, saiba que há muitas opções de hospedagem, seja qual for seu estilo e orçamento. Procurando com calma, encontrará sempre uma relação custo-benefício interessante, seja em um palácio de mármore ou em um hostel com quartos compartilhados, com diárias que oscilarão entre €30 e €3.000. Verifique a localização e, se possível, opte por estar próximo a uma estação do metrô. Isto facilitará muito seu deslocamento.

Ficamos hospedados nas duas sugestões abaixo nas últimas passagens pela cidade. Fizemos um post complementar sobre onde ficar em Paris, b outras alternativas muito bem avaliadas por centenas de hóspedes do booking.com.

Apesar da distância aparente no mapa, o transporte público é muito eficiente e você corta a cidade toda rapidamente. Compensa a economia pela distância.


Bastille Faubourg Saint Antoine

Recomendamos a rede Ibis, com várias unidades na cidade. Ficamos no Bastille Faubourg Saint Antoine, no 11eme. Distante das principais atrações, fica a menos de 300m da estação Ledru-Rollin do metrô e a 1km da estação de trem Gare de Lyon. Com bom comércio e vários restaurantes nas ruas próximas, apresenta boa relação custo-benefício, como os demais hotéis desta rede. Quartos bons e limpos, com camas confortáveis e estrutura adequada. WiFi gratuito, serviço cordial e café da manhã básico incluído na diária. O hotel também oferece estacionamento coberto, pago à parte.

Imagens pertencem ao Hotel IBIS

Avaliações de hóspedes do Booking.com

Booking.com

Gostou da Recomendação? Veja Mais Informações


Adagio Buttes Chaumont

Também já nos hospedamos no Adagio Buttes Chaumont, outra opção interessante da Rede Accor. Está localizado em um bairro tranquilo e arborizado, com vários restaurantes e mercados a poucos metros, próximo ao belo parque de mesmo nome. Distante dos principais pontos turísticos, fica a apenas uma quadra do metrô, o que é excelente. Com uma proposta diferente, este aparthotel é uma opção econômica para quem quiser dispor de uma pequena cozinha e estacionamento. Os quartos são amplos e possuem uma antessala, que acomoda bem uma terceira pessoa. Recomendamos os quartos do fundo, ainda mais silenciosos. O café da manhã incluso é simples, mas atende para refeições rápidas.

 Imagens pertencem ao Hotel Adagio

Avaliações de hóspedes do Booking.com

Booking.com

Gostou da Recomendação? Veja Mais Informações


Se gostaria de mais opções sobre onde se hospedar em Paris, veja este artigo com outras 4 sugestões com boa relação custo-benefício.

Reservando seu hotel através do nosso blog no  Booking.com, você estará colaborando para manter o site atualizado e não pagará nada a mais por isso. O serviço de reserva é gratuito, não há taxas de reservas e a maioria pode ser cancelada gratuitamente.


O que e onde comer em Paris

Assim como há atrações imperdíveis, Paris também oferece experiências gastronômicas únicas. Sugerimos fazer uma lista das pequenas delícias a degustar em sua visita à cidade. Acredite, você vai nos agradecer.

Há centenas de cantinhos perfeitos para piqueniques e os parisienses adoram almoçar ao ar livre, sempre que o clima permite. Se puder, junte-se a eles nos bancos das praças, pontes e até nas margens do Sena. Afinal, comer em meio a cartões postais de uma das mais belas cidades do mundo é algo a ser aproveitado. Passe em um dos muitos mercados e compre pães, queijos, frios e, para acompanhar, um bom vinho ou champanhe nacional. Como alternativa, vale pedir para viagem um falafel ou crepe, tipicamente franceses.

Você precisa saborear também um croissant em Paris. No original, a massa folhada é muito mais leve, amanteigada e crocante. Se gosta de chocolate, não deixe de provar a versão doce, o croissant au chocolat. Será paixão à primeira mordida!

Falando sobre doces, as pâtisseries são pontos de parada obrigatórios durante sua passagem pela cidade. As típicas padarias especializadas em bolos e doces só recebem este título quando conduzidas por um maitre pâtissier credenciado. O visual das vitrines encanta e o sabor dos doces nunca decepciona. Simplesmente fantásticos! Deixe-se encantar pelos coloridos macarons ou entregue-se a outra especialidade local, as eclairsmais conhecidas no Brasil como bombas. Escolha entre as de creme, café ou chocolate, e depois nos conte se deixaram saudades.


Cafés e Restaurantes

Os cafés com mesas na calçada fazem parte da paisagem, servindo espressos e chocolates quentes deliciosos. Pare ao menos uma vez para saborear as bebidas, descansar das longas caminhadas e observar o vai e vem dos turistas.

Quanto aos restaurantes, mesmo após perder o trono de melhor centro gastronômico para a Espanha e até para a Inglaterra, a França ainda ostenta alguns dos melhores do mundo. Não à toa você deve associar a culinária francesa a pratos sofisticados à base de ingredientes como caviar, foie gras (fígado de ganso), lagostas e trufas.

Há boas opções de todas as cozinhas, mas normalmente a preços elevados e, infelizmente, com serviço a desejar, principalmente se não dominar o idioma francês. Mesmo os bistrôs e as brasseries, mais descontraídos, são caros no jantar. Você encontrará alternativas mais em conta nos almoços.

A melhor sugestão para escolher bons restaurantes na região é utilizar o aplicativo The Fork. Usamos em vários países da Europa e descobrimos restaurantes incríveis. Os filtros ajudam a selecionar por região, tipo de culinária, ambiente, faixa de preço e outros. Recomendamos muito! Depois conte pra gente se gostou e quais as suas melhores experiências.


Mais dicas sobre Paris

Comunicando-se com os polêmicos parisienses

É divertido observar a elegância dos parisienses caminhando apressadamente pelas ruas, em meio a grupos de turistas encantados com cada cantinho em dourado. Durante seus passeios, você pode ter a impressão de ver mais turistas que locais, e com razão. Em nenhuma outra cidade a proporção entre turistas e residentes é tão grande. São 2.2 milhões de habitantes para 18 milhões de visitantes por ano. Logo, na alta temporada, é possível que você esteja com a maioria.

Talvez esta seja uma das razões pela qual alguns parisienses são pouco amistosos com turistas. Sem querer generalizar, já tivemos dificuldade de atendimento em algumas lojas e até em bons restaurantes. Isto acontece principalmente com quem não domina seu idioma e tenta se comunicar em inglês.

Como uma das melhores dicas de Paris, tente aprender algumas palavras básicas para facilitar o diálogo e sorria bastante. Às vezes ajuda. Comece se desculpando por não falar francês: Excusez-moi, je ne parle pas Français (ecscuze mua, je ne parl pa frãcé). Mesmo que sua pronúncia seja sofrível, arrisque-se. Normalmente esta abordagem quebra o gelo, demonstra interesse e desperta a simpatia do seu interlocutor. Veja outras palavras e expressões que poderão ajudá-lo:

Oui (ui)– Sim

Non – Não

S’il vous plait (sil vu plê)– por favor

Excusez-moi ou pardon – me desculpe

Merci – obrigado

Bonjour (bonjur)– bom dia

Bonsoir (bonsuá) – boa noite

Outros termos para facilitar seu dia-a-dia na cidade:

Entrée – entrada

Sortie – saída

Eau (ô)– água


O que fazer próximo a Paris

Além das muitas atrações de Paris, há regiões próximas maravilhosas e que merecem ser visitadas também. Aqui você encontrará nossos outros artigos sobre a França, com várias opções de passeios saindo de Paris como Palácio de Versalhes , Disneyland Paris ou vá direto ao passeio na Região de Champagne – Reins onde são produzidos os famosos vinhos espumantes e sendo os únicos a serem chamados de Champagne.

A Klécia, do blog Fui Ser Viajante, visitou alguns Castelos do Vale do Loire e fez um post super completo. As fotos e dicas são tão inspiradoras que ficamos morrendo de vontade visitar novamente o país.

Outra região super interessante e que está no topo da nossa lista é Toulouse. A Juliane, do blog Mel a Mil Pelo Mundo fez um post bem completo, com dicas sobre tudo o que fazer em Toulouse.

É muito tranquilo viajar de carro pela região também para visitar estas cidades próximas. As estradas são excelentes e você terá muita liberdade para ir e vir. Nós alugamos um carro e fizemos os passeios com calma, parando para tirar fotos a todo o tempo.

Link Rentcars Suas Próximas Viagens

Se considerar alugar um carro, consulte a rentcars.com Sempre usamos a usamos pois pesquisa nas principais locadoras e apresenta as melhores opções. Permite pagar em Reais, parcelado e sem a incidência do IOF nas locações internacionais.



A getyourguide, nosso parceiro de passeios, tem diversos programas que podem ser contratados antes de sua viagem para garantir a disponibilidade na data da sua viagem. Você pode adquirir os ingressos para muitos dos pontos turísticos de Paris mencionados acima através do link abaixo.

 PLANEJANDO SUA VIAGEM 


Planeje sua viagem através do Suas Próximas Viagens. Nossos Parceiros são os mais conceituados do mercado, oferecem serviços de qualidade e são referência em suas áreas.

Nós frequentemente usamos estes serviços em nossas viagens e recomendamos. Em muitos artigos, deixamos de mencionar diversas empresas, pois não tivemos boas experiências com elas. Nosso objetivo é ajudar você a planejar suas próximas viagens para que sejam sensacionais!

 
  • HOSPEDAGEM →  Você encontrará as melhores opções através do booking.com 
  • PASSAGEM AÉREA →  Pesquise e Compre Passagens aéreas com a Passagens Promo 
  • ALUGUEL DE CARRO →  Alugue um carro com facilidade e segurança na rentcars.com 
  • SEGURO VIAGEM → Viaje mais tranquilo e com segurança contratando Seguro Viagem  

10 Comments

  1. Acho Paris adorável na primavera/verão! =)
    Ahh, nos meus roteiros de Paris sempre coloco a Disneyland Amo aquele lugar! rs

    • Silvia Bolzani

      Lidiane,
      Também adoramos a cidade, em todas as estações! E, não conte para ninguém, mas também incluiria sempre a Disneyland em meus roteiros….rs.
      Obrigada pelo retorno e um grande abraço

  2. Ahhhh Paris….como não amar esse lugar?! Lendo seu post me deu uma saudade….e olha, que post, parabéns!!! Super completo e com dicas muito bacanas para melhor curtir a cidade.

    • Silvia Bolzani

      Muito obrigada, Andrea!
      Não sei que tipo de comentário nos alegra mais: quando ajudamos alguém a planejar a primeira viagem ao destino, ou quando alguém que já conhece elogia o post e diz que teve vontade voltar. É realização que fala? 😉
      Super obrigada!!!
      Um grande beijo

  3. Marcela Marques

    Muito muito bom! Conhecer Paris é um sonho e a gente precisa de todaaaas essas dicas pra quem a viagem seja perfeita! Encaixou direitinho no meu roteiro de 5 dias. Obrigada!

    • Silvia Bolzani

      Oi Marcela, muito obrigada!
      Vou torcer para que sua viagem seja perfeita e você volte apaixonada por Paris.
      Depois conte pra nós se deu tudo certo e se sentiu falta de alguma dica.
      Um beijo

  4. Cidade que amo e onde pretendo voltar algumas vezes. Fomos em agosto da última vez e pegamos uma chuva que não esperávamos, mas vi que a média de chuva nesse época é alta mesmo. Excelente guia, impossível ler o post e sair dúvidas.

    • Silvia Bolzani

      Que delícia de comentário, Cynara, especialmente vindo de quem conhece bem a cidade. Também nos decepcionamos um pouco com as chuvas na cidade, mas até isto faz parte de seu charme, não acha? Um grande abraço

  5. Ótimas dicas do que fazer em Paris. Eu particularmente acho a vista da Torre Montparnasse a mais bonita, pois ela não aparece nas fotos. risos. A vista do topo do Arco do Triunfo também vale muito a pena e amei o cruzeiro de barco pela Sena. Paris é tudo de bom. Já deu vontade de voltar.

    • Silvia Bolzani

      Oi Fernanda, obrigada!
      Realmente Paris é tudo de bom, e não faltam mirantes com vistas maravilhosas para nos apaixonarmos ainda mais pela cidade.
      Também fiquei com vontade voltar!
      Um grande abraço

Deixe um Comentário ou Sugestão