Castelo de Banfi, umas das Vinícolas da Toscana em um passeio pela Toscana

Um passeio pela Toscana

Por sermos apreciadores de bons vinhos, estávamos ansiosos por esta parte da viagem. A experiência foi maravilhosa!  Tanto o passeio pela região da Toscana quanto as visitas às vinícolas foram muito gratificantes.

O tempo não ajudou muito e pegamos chuva em várias ocasiões. Ainda assim conseguimos aproveitar bastante a beleza do local. Nosso maior arrependimento foi termos ficado apenas 5 dias na região. Merecia muitos mais. Um casal de amigos é que estão certos: costumam alugar um apartamento em Siena. Já estiveram por lá três vezes e ficam temporadas de 30 dias em cada visita.

Há várias formas de chegar à Toscana, sendo trens e ônibus boas opções a partir dos grandes centros. Para quem quer explorar cada um de seus cantinhos, entretanto, a única forma possível é alugar um carro. O tráfego é restrito nos centros históricos, mas as pequenas estradas para chegar a cada cidade vale a viagem. Há estacionamentos próximos às entradas dos centros operados através de parquímetros, pagos com cartões de crédito.

A beleza da região só se mostra a quem se perde pelo caminho, descobrindo pequenas vinícolas e castelos. É uma beleza simples, típica do interior, que entra pelos olhos e encanta a alma. Depois de encarar cidades grandes lotadas de turistas, adoramos passear despreocupadamente pelas colinas e apreciar as plantações de parreiras e oliveiras.

É verdade que os amantes de bons vinhos (como nós) têm o melhor dos motivos para visitar a região. Contudo é uma viagem que certamente agrada a pessoas de todas as idades.

A bela região da Toscana
Região Toscana

As cidades da Toscana possuem muitas características comuns e várias delas são consideradas Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. Cercadas por altos muros de pedra e com acesso restrito a pedestres, parecem não ter saído da época medieval. Antes da unificação da Itália, no final do século XIX, a península era formada por oito reinos ou Estados independentes que viviam em guerra entre si. Estes muros serviam como fortalezas para protegê-las contra os inimigos.

Siena

Montamos nossa base em Siena e a escolha foi muito acertada. A cidade fica no centro da região e tem fácil acesso às principais estradas. Ficamos hospedados no Garden Hotel, localizado fora da área murada, com café da manhã diversificado e boa relação custo x benefício.

Siena é uma das maiores cidades da Toscana, com mais de 50.000 habitantes, e seu centrinho comercial também restrito a pedestres. Caminhar por suas ruelas com construções centenárias em pedra é como voltar no tempo. O comércio é bem desenvolvido, com muitas lojas de artesanato local, vinhos, azeites e bons restaurantes. As estreitas ruas de pedra parecem um labirinto e contrastam apenas com a ampla Piazza del Campo, onde fica o Palazzo Pubblico.

Região Central de Siena na Toscana
Siena
Estátua a Sallusto Bandini em Siena - Região da Toscana
Siena – Estátua a Sallusto Bandini

San Gimignano

Já para conhecer San Gimignano é essencial olhar para cima. Reconhecida por suas torres, infelizmente hoje são apenas catorze das setenta e duas construídas. A mais alta, com 54m de altura, é a Torre Grossa, e a mais antiga, La Rognosa, com 50m, era utilizada como prisão. Por não ser tão plana quanto as demais, exige mais disposição e condicionamento.

Interessante foi notar que, apesar disso, muitos grupos de turistas idosos disputavam seus becos e acotovelavam-se pelos cafés e lojas.

Além do principal produto da região – vinhos, vale investir em outro bastante renomado: os gelatos da cidade são reconhecidos como os melhores do mundo.

Em sua praça principal, uma pequena portinha à esquerda atrai multidões. Mesmo considerando que a visitamos em um feriado prolongado nacional, nos surpreendemos com uma fila com mais de 40 pessoas à frente da Gelateria Dondoli. Podemos garantir que valeu a espera: o sorvete é realmente delicioso, com gosto de quero mais.

As torres de San Gimignano na Toscana
As torres de San Gimignano
Gelateria Dondoli em San Gimignano na Toscana
Gelateria Dondoli em San Gimignano

Montalcino

Visitamos e recomendamos que você também conheça a pequena Montalcino. Casa dos famosos Brunellos, mais uma vez nos divertimos caminhando pelas ruelas de pedra cheias de lojas de vinho e artesanato. Visitamos a Fortezza de Montalcino, logo na entrada da cidade, uma imponente construção onde hoje funciona uma enoteca. Apesar de muito graciosa, a cidade não oferece maiores atrações.

As grandes muralhas de Montalcino na Toscana
Montalcino
Por dentro das Muralhas de Montalcino na Toscana
Montalcino

Bagno Vignoni

Foi por acaso que paramos em Bagno Vignoni, uma agradável surpresa no coração da Val d’Orcia. Situado a mais de 300m de altura, o pequeno vilarejo foi erguido em torno de um grande tanque retangular com 50m de largura e uma fonte de águas termais de origem vulcânica.  Fica localizado na Piazza delle Fonti, construído no século XII. Almoçamos no La Terrazza, um bom restaurante com vista para a praça, e adoramos a experiência. Não é permitido entrar no tanque, mas existem piscinas naturais abertas gratuitamente ao público na região, no Parco dei Mulini, com águas vulcânicas terapêuticas. Mais um grande motivo para voltarmos à Toscana!

Bagno Vignoni na Toscana
Bagno Vignoni
Bagno Vignoni em Toscana
Bagno Vignoni

Pisa

É possível visitar Pisa e sua famosa torre inclinada em um bate-volta a partir de Florença. De trem ou ônibus tomará um pouco mais de 1h de viagem.

O mais divertido do passeio é ver a multidão de turistas aglutinando-se na Piazza dei Miracoli, onde fica a Torre, fazendo poses para as fotos. Desistimos de subir ao campanário em função das filas da bilheteria, então recomendamos comprar os ingressos antecipadamente pela internet.

O acesso é restrito a 30 pessoas, a visita dura 30 minutos no total e custa € 18. A torre tem 58m de altura e a escada que leva a seu topo possui 273 degraus. É preciso deixar bolsas e mochilas no guarda volumes da entrada antes de subir. Tíquetes antecipados e informações adicionais no site oficial da Torre de Pisa.

Torre de Pisa na Região da Toscana
Torre de Pisa – Piazza dei Miracoli
Piazza dei Miracoli em Pisa - Toscana
Piazza Dei Miracoli

Um bate-volta perfeito e imperdível a partir de Pisa é a bela região de Cinque Terre. Formada por 5 cidades a beira mar, é atualmente um parque nacional e um dos Patrimônioôs da Humanidade, protegida pela Unesco. Veja fotos belíssimas e dicas de como explorar Cinque Terre em um dia no blog Tire a Bunda do Sofá.

 

Neste artigo, sugerimos algumas vinícolas a serem visitadas durante seu passeio pela Toscana. 

Vinícolas da Toscana

Acesse aqui outros posts da Itália. 

Importantíssimo lembrar que para viajar à U.E. o seguro de viagem – Tratado de Schengen é OBRIGATÓRIO. Então não se esqueça de contratar o Seguro de Viagem   com a SegurosPromo

Gostou das dicas? Deixe seu e-mail e seja o primeiro a saber das atualizações e novos destinos do Suas Próximas Viagens. INSCREVA-SE AQUI
PLANEJANDO SUA VIAGEM 

Planeje sua viagem através do Suas Próximas Viagens. Nossos Parceiros são os mais conceituados do mercado, oferecem serviços de qualidade e são referência em suas áreas.

Nós frequentemente usamos estes serviços em nossas viagens e recomendamos. Em muitos artigos, deixamos de mencionar diversas empresas, pois não tivemos boas experiências com elas. Nosso objetivo é ajudar você a planejar suas próximas viagens para que sejam sensacionais!

 
  • HOSPEDAGEM →  Você encontrará as melhores opções através do booking.com 
  • PASSAGEM AÉREA →  Pesquise e Compre Passagens aéreas com a Passagens Promo 
  • ALUGUEL DE CARRO →  Alugue um carro com facilidade e segurança na rentcars.com 
  • SEGURO VIAGEM → Viaje mais tranquilo e com segurança com a Seguros Promo  

4 Comments

  1. Pingback: Breve passeio por Milão e Lago Como | Suas Próximas Viagens

  2. Gostaria de um roteiro para viajar para Italia. Cidade de Padova – San Marino – Milano – Florença e o Vale da Toscana.

    • Nelson, muito obrigado pelo acesso. Iremos lhe contatar por email. Atenciosamente Adriano e Sílvia.

  3. Dá uma saudade. Cardoso