El Capitan em Yosemite nos Parques Nacionais Americanos

Parques Nacionais Americanos – Região Centro Oeste

Os Estados Unidos são, de longe, o principal destino de brasileiros que viajam ao exterior. Como referência, a quantidade é quatro vezes maior dos que vão à Argentina, nossa charmosa vizinha. Os motivos são diversos. Viajantes em busca de turismo urbano encontram tudo o que buscam em grandes cidades como Nova York, Las Vegas e San Francisco. Algumas das praias mais bonitas podem ser aproveitadas nos Estados da Flórida e da Califórnia. Famílias em busca de entretenimento têm Miami e Orlando como destino principal. E os que viajam para fazer compras encontram em solo americano de outlets às melhores e mais caras lojas de grife do mundo. Para os amantes de natureza, entretanto, o tesouro a ser descoberto são os Parques Nacionais Americanos, mais conhecidos como National Parks.

Estes parques têm uma beleza natural indescritível, sendo possível encontrar desertos, cânions, neve, lagos e cachoeiras. E o que dizer da diversidade da fauna? Muitas espécies animais podem ser observadas em segurança, livres em seu habitat. Além disso, uma estrutura turística fantástica, com todas as facilidades necessárias a poucos metros do estacionamento do seu carro. Muitas famílias americanas prestigiam os Parques Nacionais. Em seus momentos de lazer, preferem experiências como acampar, fazer trilhas, andar de caiaque e contemplar a natureza juntos.

Alguns destes parques são imensos. Imagine que, somados, receberam em 2016 mais de 331 milhões de pessoas. O mais visitado é o Great Smoky Mountains, entre os Estados de Carolina do Norte e Tennessee. Com mais de 11,3 milhões de visitantes anualmente, este parque recebe quase tantos turistas quanto a cidade de Nova York. Mais de 70% das visitas ocorrem entre junho e agosto, no verão americano. Nesta época, é comum encontrar trânsito e muitas filas. Além disto, é necessário reservar hospedagem ao menos com 6 meses de antecedência.

 

NPS – National Park Services

Ainda são poucos os brasileiros que conhecem os parques, considerados um dos maiores patrimônios dos EUA. O NPS – National Park Services, é o competente órgão federal responsável pela gestão destes maravilhosos espaços. A ideia de preservar e proteger estes locais garantirá o acesso à História e cultura dos EUA e do mundo às próximas gerações. O NPS 100 anos em agosto de 2016. No início focado na conservação da natureza, ampliou sua abrangência a monumentos nacionais. Atualmente estão sob sua administração mais de 400 locais.

O ingresso aos parques custa entre US$ 20 e US$ 30 por veículo, válido por uma semana. Caso planeje visitar vários deles, pode optar por um passe anual. Por apenas US$ 80 por veículo, terá acesso a todos os parques durante este período. Na portaria de cada parque, você recebe um folheto padronizado com dicas e informações para sua visita. Nele, encontrará mapas, localização dos principais mirantes e pontos turísticos, advertências quanto à segurança, história do parque, fauna, flora e muito mais.

As vias de acesso são pavimentadas e tem mais qualidade que a maioria das grandes estradas brasileiras. Ao lado dos principais pontos turísticos há estacionamentos,  placas informativas, banheiros químicos e bebedouros.

 

Nossa Experiência com os Parques Nacionais Americanos

Em 2016, tivemos a oportunidade de conhecer oito destes parques nacionais. Iniciamos pelo continente, a partir da costa oeste, onde conhecemos seis e rodamos mais de 8.800 km. Como referência, o litoral do Brasil tem menos de 7.400km. Visitamos ainda mais dois parques no Havaí, situados em vulcões.

Ao planejar nossa viagem, tivemos receio que os parques fossem parecidos entre si. Pensamos que, após alguns dias, poderíamos ter a impressão de estar vendo mais do mesmo. Foi exatamente o contrário, pois cada parque tem uma beleza única.

A seguir, pode ver algumas imagens icônicas de cada parque que visitamos. Se desejar conhecer mais, apenas click nas fotos e terá acesso aos artigos de cada parque. Após as imagens, damos nossa recomendação de quando ir.

 

Parques Nacionais Americanos

 

Death Valley

O Death Valley é de uma beleza única, apesar de extremamente árido. A paisagem varia bastante dependendo de onde se vai no parque. De dunas de areia a um salar 85m abaixo do nível do mar, da vegetação rasteira a 1.670m de altitude, o parque é muito bonito e intrigante. As dunas de areia Mesquite Flats são uma atração à parte.  São lindas e o vento constante as alisa praticamente todas as noites. O acesso é facilitado pelas estradas, permitindo chegar com o carro até uns 50m de distância e observá-las bem de perto. A vegetação seca ganha vida pela moldura da areia e do azul do céu.

 

Entardecer no Zabriskie Point no Death Valley, um dos Parques Nacionais
Zabriskie Point no Death Valley

 

Grand Canyon

O Grand Canyon National Park, no South Rim, possui formações rochosas esculpidas em camadas ao longo de milhões de anos, com colorações que vão do vermelho ao marrom. Se você quer conhecer esta maravilha da natureza em sua plenitude e tirar boas fotos, caia cedo da cama. É nas chamadas golden hours, no amanhecer e entardecer, que o sol ressalta as cores e torna o lugar mágico. Em qualquer ponto do parque você pode se deparar com veados, castores e esquilos.

 

Vista do Yavapai Point no Grand Canyon, um dos Parques Nacionais
Vista do Yavapai Point no Grand Canyon

 

Arches

O Parque Arches ( Arcos) é surpreendente e emocionante. Um espaço de  300km2 com esculturas de dezenas de metros de altura, formadas pela natureza ao longo de milhões de anos. O espetáculo começa antes de chegarmos ao parquet, pois a paisagem ímpar da região é única. O parque foi nomeado pela existência de mais de 2.000 arcos naturais com diâmetro mínimo de 1m. A paisagem está em constante e lenta mudança, pois novos arcos estão em formação enquanto outros são destruídos.

 

Vista através do North Window no Arches, um dos Parques Nacionais
North Window – Arches National Park

 

Canyonlands

O parque Canyonlands é pouco conhecido, mas oferece uma enorme diversidade de paisagens. Localizado em Utah, tem mais de 1.300km2 em uma região árida e de rochas avermelhadas, típicas dos filmes antigos de faroeste. Apresenta uma harmoniosa combinação de cânions, arcos, rios e mesas, plataformas no topo de uma região montanhosa. Os cenários parecem misturar o Grand Canyon e o Arches.

 

Belo Mesa Arch no Canyonlands, um dos Parques Nacionais
Mesa Arch no Canyonlands

 

Gostou das dicas? Deixe seu e-mail e seja o primeiro a saber das atualizações e novos destinos do Suas Próximas Viagens. INSCREVA-SE AQUI

Yellowstone

Yellowstone foi o primeiro a ser declarado parque natural, formalmente criado em 1872. Sua diversidade de cenários é maravilhosa:  fontes termais, cânions,  montanhas, lagos e cachoeiras se alternam para deleite dos visitantes.

A principal característica é que a região fica sobre uma caldeira vulcânica, originando centenas de gêiseres. Yellowstone é ainda a região dos Estados Unidos onde encontra-se a fauna com maior diversidade.  São 67 espécies de mamíferos, mais de 300 de aves e 18 de peixes, além de répteis e anfíbios.

 

Pôr do Sol no Firehole River no Yellowstone, um dos Parques Nacionais
Pôr do Sol em Firehole River – Yellowstone

 

Yosemite

Yosemite é um pedaço de paraíso na terra.  Há impressionantes formações em granito por todo o parque, sendo as mais conhecidas a Half Dome e a El Capitan.  Centenas de cachoeiras, lagos e uma diversidade enorme de fauna e flora encantam amantes da natureza de todas as idades e preferências. A apenas 260km de San Francisco, este parque merece uma visita de ao menos 3 dias inteiros.

.

O belo lago Tenaya no Yosemite, um dos Parques Nacionais
Tanaya Lake – Yosemite

 

Hawaii Volcanoes e Haleakala

Saindo do continente e chegando ao Hawaii, conhecemos também os Parques Volcanoes e o Haleaka. Ambos localizados em regiões vulcânicas, preservam não apenas as riquezas naturais da região como a admirável cultura do povo havaiano.

O Hawaii Volcanoes encontra-se na Big Island, a ilha que é a combinação de cinco vulcões próximos entre si. O coração da ilha são os vulcões ativos Kilauea e Mauna Loa. Kilauea, com 1200m de altitude, é o mais conhecido e também o mais ativo do mundo, em erupção desde 1983. Sua lava acrescenta em média de 10cm à extensão da costa anualmente, quando esta esfria ao encontrar o Oceano Pacífico. Mesmo ativo há tanto tempo, o Kilauea não corre risco de explodir a curto prazo.

O Haleakalā, na ilha havaiana de Maui, é outro parque vulcânico. A mais de 3.000m dde altitude,  é conhecido por proporcionar o amanhecer mais bonito do mundo. Além de cuidar da preservação da fauna e flora deste santuário, o NPS assegura que os visitantes tratarão com o devido respeito a região.  Algumas áreas são fechadas ao público por serem consideradas sagradas pelo povo havaiano.

 

Uma cratera no Kilauea mostra um "Smile" nos Parques Nacionais
Kilauea Smile

Ficamos apaixonados pelas particularidades de cada um dos parques. Ao invés de cansar do que vimos, já estamos planejando a próxima viagem para conhecer mais destes maravilhosos locais.

 

Quando Ir aos Parques Nacionais Americanos

Como existem mais de 400 Parques Nacionais nos EUA, apenas entre os administrados pelo NPS, é difícil dizer quando ir. Contudo, há fatores que devem ser considerados para a escolha de cada um. Vamos descrever alguns deles para que considere em seu planejamento.

Os parques são tratados como um patrimônio importante pelos americanos e eles os visitam MUITO. Alguns chegam a receber mais de 7 milhões de visitantes por ano, sendo a maioria no verão. Isto se aplica principalmente aos localizados em elevadas altitudes ou latitude norte, como Yellowstone, Yosemite e Alaska, por exemplo.

Primavera e Outono

Se você deseja fazer um passeio tranquilo, sem grandes aventuras, gosta de ver a natureza exuberante e corredeiras nos rios, o ideal é planejar a viagem para a primavera. Nesta época, as geleiras começam a derreter, aumentando o volume de água nos lagos, rios e cachoeiras. As plantas e árvores florescem e os animais estão mais presentes. A temperatura é amena e ainda não há tantos mosquitos.

Quanto à temperatura, o outono também é agradável, contudo os animais já começam a se recolher e algumas cachoeiras podem estar secas. Vivenciamos isto no Yosemite. Suas principais cachoeiras estavam absolutamente sem água.

 

Vista do Yosemite Falls seco em um dos National Parks no EUA
Yosemite Falls (seca) – Parques Nacionais EUA

 

Os parques mais ao sul do país apresentam temperaturas mais amenas, entretanto muitos deles ficam em grandes altitudes e durante o inverno são bem frios. É comum sentir uma significativa variação térmica nestes locais. No Grand Canyon, no começo do outono, pegamos temperaturas negativas ao amanhecer e cozinhamos na hora do almoço.

 

 

Verão

As temperaturas são bem agradáveis, entretanto esteja preparado para encontrar uma grande quantidade de turistas e muitas filas. Os Parques Nacionais nos EUA são muito bem estruturados, mas é MUITA gente.

Caso precise ir nesta época, planeje com muita antecedência para conseguir reservar os hotéis ou camping. Ao menos uns 6 meses antes. Como os parques são imensos, é recomendado que tente se hospedar dentro ou muito próximo para aproveitar.  Caso contrário, corre o risco de ficar parado no trânsito a maior parte do dia.

Através do site do NPS, você consegue identificar mais detalhes do destino específico que deseja e em muitos até ver câmeras ao vivo.

Banner da Viajanet para o Suas Próximas Viagens

Inverno

Muitos dos Parques Nacionais fecham durante o inverno e outros isolam algumas áreas. Se desejar visitá-los, deverá solicitar uma autorização especial e comprovar que consegue sobreviver em condições extremas. Novamente esta ressalva se aplica aos que em altitudes ou latitudes elevadas.

Se você gosta de natureza, visitar estes parques será uma experiência inesquecível. Se aceita nossa sugestão, vá e aproveite muito!

 

No Destino Parques Americanos você pode ver como foi nossa visita a 8 destes parques, com informações detalhadas para cada um. Pretendemos conhecer outros em breve e trazer mais dicas incríveis para você. 

 

Se passeios a destinos com muita beleza natural é algo que lhe atrai, veja nossos artigos sobre o Deserto do Atacama que visitamos em 2017 e retornaremos em 2019, de tão encantados que ficamos.

 

Deserto do Atacama – Guia Completo

 

 

PLANEJANDO SUA VIAGEM 

Planeje sua viagem através do Suas Próximas Viagens. Nossos Parceiros são os mais conceituados do mercado, oferecem serviços de qualidade e são referência em suas áreas.

Nós frequentemente usamos estes serviços em nossas viagens e recomendamos. Em muitos artigos, deixamos de mencionar diversas empresas, pois não tivemos boas experiências com elas. Nosso objetivo é ajudar você a planejar suas próximas viagens para que sejam sensacionais!

 
  • HOSPEDAGEM →  Você encontrará as melhores opções através do booking.com 
  • PASSAGEM AÉREA →  Pesquise e Compre Passagens aéreas com a viajanet 
  • ALUGUEL DE CARRO →  Alugue um carro com facilidade e segurança na rentcars.com 
  • SEGURO VIAGEM → Viaje mais tranquilo e com segurança com a Seguros Promo  

22 Comments

  1. Nanci Iurico Assakura

    Parabéns pelo post! Dicas e fotos incríveis! Os Estados Unidos não eram a minha prioridade, mas mudei de ideia com este post. Pretendo ir na primavera, pois pelas dicas de vocês, será mais interessante para mim. Qual mês seria melhor, maio ou junho?

    • Silvia Bolzani

      Muito obrigada, Nanci. Nossa intenção foi justamente mostrar este lado incrível e menos conhecido dos EUA. Voltamos tão apaixonados desta road trip que já estamos programando a segunda. Eu tentaria ir em maio, pois em junho começa a ficar muito quente em alguns dos parques. Mas em qualquer destes dois meses você fará uma viagem inesquecível. Um beijo e continue acompanhando o site 😉

  2. Minha nossa! Só tem foto MARAVILHOSA nesse post! Cada lugar de cair o queixo, hein? Só conheço o Grand Canyon, mas morro de vontade de visitar os outros lugares citados no post. Ainda irei!

    • Silvia Bolzani

      Super obrigada! Sempre bom saber que gostaram do nosso site, mas quando vem de alguém que admiramos e conhece lugares incríveis conta em dobro 😉 Fabia, simplesmente amamos as fotos dos parques, mas não tem erro: são maravilhosos e fotogênicos. Assim que puderem, vão conhecer também! Garanto que voltarão tão apaixonadas quanto nós.

  3. Que coisa mais linda esse post! Quando fui aos Estados Unidos, nao tive a oportunidade de conhecer nenhum parque nacional e me arrependo muito! Excelentes dicas 🙂

    • Silvia Bolzani

      Muito obrigada, Camila! Recomendo muito que você inclua os Parques em uma próxima visita aos EUA, se puder. Tenho certeza que voltará tão encantada quanto nós.

  4. Viviane Carneiro

    Nossa, que parques mais lindos! Já quero conhecer todos esses da lista. Amei!

    • Silvia Bolzani

      Viviane, você não vai se arrepender! Foi uma das melhores viagens que já fizemos e pretendemos voltar para conhecer mais parques.

  5. Oi Silvia! Se tem uma coisa que me chama nos Estados Unidos, são os parques naturais. Não conheço nenhum ainda, socorro! Fiquei bem tentada a fazer uma road trip focada neles, e daí te pergunto: quanto tempo mínimo você acha que é suficiente? Não queria nada muito corrido, sabe – Queria aproveitar tranquila (e tirar fotos e mais fotos dessas maravilhas 😉

    • Silvia Bolzani

      Oi Klécia, foi exatamente o que fizemos e recomendo muito! Achei que pudesse ficar cansativo, mas a cada Parque que conhecíamos nos encantávamos mais. Tanto que voltaremos em junho para complementar a viagem! Como resultado de um mês de viagem, rodamos 8.800 km, tiramos mais de 6.000 fotos e voltamos com uma grande paixão! Ficamos entre 3 e 4 dias em cada parque, dependendo do tamanho e dos pontos que queríamos conhecer. Arches, por exemplo, é incrível mas bem menor, e dá para fazer em 3 dias tranquilamente. Se quiser conversar sobre isto, terei o maior prazer em ajudá-los a programar a roadtrip. Conte com a gente!

  6. Katarina Holanda

    Os Estados Unidos nunca estiveram no topo da minha lista de desejos de viagem, mas quando vejo esses parques fico doida! Cada um mais lindo que o outro, com certeza seriam prioridade no roteiro. Amei as dicas!

    • Silvia Bolzani

      Katarina, nossa intenção é justamente divulgar estes parques entre os brasileiros, pois poucos ainda conhecem. São todos incríveis! Para quem curte belezas naturais, é impossível não se apaixonar. Inclua em seu roteiro e tenho certeza que voltará tão encantada quanto nós!

  7. Que maravilha essea parques! O que mais tenho vontade de conhecer é Yellowstone, mas o de Utah deve ser maravilhoso! Fiquei balancada

    • Silvia Bolzani

      Camila, os parques são todos maravilhosos, cada um a seu estilo. Se eu tivesse que escolher apenas um entre os que conhecemos, recomendaria o Yosemite. Já o Adriano se apaixonou pelo Arches, em Utah, que realmente surpreende. Vamos torcer para que você visite todos, e depois conte pra gente qual gostou mais… rs

  8. Pingback: Como Planejar Suas Férias pela Internet – Site Title

  9. Gostei demais desse post, com uma visão geral sobre os parques! Sempre achei que esse roteiro tinha preços proibitivos, por isso, pergunto: quanto custaria, em média, por pessoa/dia, os gastos com hospedagem, alimentação, locomoção e passeios nos parques nos meses de primavera ou outono? Sei que os gastos variam de acordo com o nível das escolhas de cada viajante, mas pergunto uma média para quem gosta de viagens econômicas com algum conforto, sem ser mochileiro! Obrigada!

    • Adriano Bolzani

      Suzy, A hospedagem irá variar de acordo com o hotel que escolher. Os internos nos parques tem uma variação grande de valores. Fomos no final do Verão e gastamos uma média de U$ 160,00 por noite/casal. Na alta temporada este valor sobe. A Alimentação dentro dos parques é semelhante aos parques da Disney…. poucas opções boas, muito fast food e relativamente caras. Deve considerar um valor aproximado de U$60,00 por pessoa sem extravagâncias. Ficando fora dos parques, os valores caem, mas incorrerá em maiores deslocamentos. Deverá levar isto em consideração no planejamento.

  10. Se eu te disser que arrepio todo quando vejo sobre esses parques, acredita? Tuas fotos me fizeram confirmar que eu PRECISO fazer uma trip para eles. E, pelo visto, não é tão caro assim, como é ir pra Disney, certo? O post é excelente e valeu ?

    • Adriano Bolzani

      Igor, muito obrigado por nos acompanhar aqui. Sim, é BEM mais barato que ir à Disney. Se planejar parques próximos, pode visitar 3 ou 4 deles em 15 dias, com até 5 pessoas em um veículo, pagando um ticket anual de U$80,00 pelo carro. Pretendemos voltar em breve para visitar outros parques nos Estados do Arizona e Utah.

  11. Praticamente um guia!!! Muito útil!! Parabéns!!

  12. Bárbaro! Este post dos Parques Nacionais encantou.
    Parabéns casal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*